Após briga, treino do Inter tem presença de presidente e volta de Valdívia

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Marinho Saldanha/UOL

    Presidente do Internacional durante treinamento na beira do campo

    Presidente do Internacional durante treinamento na beira do campo

Algo incomum modificou a rotina do Internacional na sexta-feira. Em um treinamento de conclusão, sem qualquer contato físico entre os jogadores, Anderson acertou um soco em William, que tentou revidar mas foi contido por colegas. Tanto o lateral, que acabou com a boca sangrando, quanto o meio-campista foram liberados para se reapresentarem apenas na segunda-feira. Neste sábado, o treinamento teve a presenta do presidente Vitório Píffero e a volta de Valdívia. 

O meia ficou fora da atividade que teve a briga por conta do nascimento de seu filho. Outro que retomou atividades foi o zagueiro Leandro Almeida, que esteve fora do time por lesão. 
 
Enquanto os jogadores realizavam atividades no CT Parque Gigante, o presidente esteve à beira do gramado, por vezes conversou com a comissão técnica, recebeu telefonemas, e acompanhou de perto tudo que ocorria. 
 
Mas quem se manifestou foi o vice de futebol Fernando Carvalho. Ele tratou de não 'fazer tragédia' com a briga entre os jogadores e disse que na segunda-feira atitudes serão tomadas. 
 
"Não vamos adiantar a conversa com os jogadores ou mesmo punições. Isso será tratado depois do jogo contra o Flamengo, onde está nosso foco", disse o vice de futebol Fernando Carvalho. 
 
Sob alegação de 'manter o foco na partida de domingo' a direção do Internacional só irá determinar as punições a Anderson e William após enfrentar o Flamengo. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos