Chegada de Oswaldo reabre disputa entre goleiros no Corinthians

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Agência Corinthians/Rodrigo Gazzanel

A chegada de Oswaldo de Oliveira reabre uma briga que tinha vencedor definido por Fábio Carille: a de quem é o goleiro titular do Corinthians.

Baseado no argumento que um jogador não pode perder a posição por deixar o time lesionado, Carille prometia recolocar Cássio como titular assim que ele tivesse condições físicas. 

A decisão, no entanto, vinha sendo contestada pelo bom momento vivido por Walter. Até mesmo o preparador de goleiros, Mauri Lima, já havia deixado claro que o seu favorito não era o mesmo do treinador.

Na sua coletiva de imprensa de apresentação, Oswaldo já deixou claro que reavaliará a posição e ainda elogiou Walter, mas fez a ressalva que não fará mudanças bruscas em um primeiro momento.

"Na minha visão, quem estiver melhor vai jogar. Eu tenho visto o Walter jogar muito bem", disse o comandante alvinegro. "Em um primeiro momento, vou seguir o que o Carille tem feito e vou colocando as minhas mudanças com o passar do tempo".

Além da mudança entre os goleiros, Oswaldo adiantou que quer ver uma defesa mais forte. "Toda equipe começa pela defesa. Eu ouvi isso de alguém muito antigo. Todos os cursos que fiz na vida inteira, ao longo dos meus 42 anos de carreira, todos os treinadores que falaram de futebol, tem o princípio básico de armar uma defesa", afirmou. 

Oswaldo já comanda a equipe neste domingo, contra o América-MG, na Arena Corinthians. O time precisa da vitória para seguir sonhando com uma vaga no G-6.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos