Forlán cita Pelé em texto que defende dribles de Neymar

  • Ricardo Moraes/Daniel Garcia

    Forlán diz que Neymar pode fazer firulas: "Se está na regra, não vejo problemas"

    Forlán diz que Neymar pode fazer firulas: "Se está na regra, não vejo problemas"

O uruguaio Diego Forlán, eleito melhor jogador da Copa de 2010 e atualmente no Mumbai City, time da Índia, escreveu um texto para defender o estilo de Neymar e até citou Pelé em sua argumentação.

No artigo publicado no site The National, dos Emirados Árabes, o atleta disse que as faltas recebidas por Neymar são um sinal de respeito dos adversários em relação ao atacante do Barcelona.

Forlán, inclusive, relembra a cotovelada desferida pelo boliviano Yasmani Duk durante uma partida das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Na ocasião, Neymar sangrou bastante após sofrer o golpe.

"Duk falou que sua intenção era bloqueá-lo, mas também criticou a conduta de Neymar e o acusou de não respeitar os rivais. Não é a primeira vez. Entendo que os jogadores do Athletic de Bilbao não gostaram do exibicionismo de Neymar, quando o Barcelona ganhava por 3 a 0 na final da Copa do Rei [na verdade era 3 a 1]. Neymar foi criticado por seu treinador, Luis Enrique, porque não havia necessidade de tal atuação", escreveu o uruguaio.

"A humilhação não é boa para ninguém e, sem embargos, eu defenderia o direito de Neymar de fazer firulas. É sua maneira de jogar futebol, independentemente, se seu time está perdendo ou ganhando. Isto o transformou em um dos melhores jogadores do mundo. Creio que o talento deva prevalecer sobre qualquer agressão", continuou o uruguaio.  "As crianças se encantam com as habilidades de Neymar e, desde que a regra seja respeitada, não vejo problema".

Para Forlán, o brasileiro não chama a atenção apenas pelas firulas. "Ele é suficientemente bom para se destacar em partidas importantes e melhora uma equipe que, provavelmente, é a melhor do mundo. Ele sabe que o time é mais importante do que o individual e trabalha por isto. Não é um jogador egoísta e melhora a cada dia com passes e assistências".

O uruguaio salientou que o camisa 11 do Barça não é um atacante igual ao holandês Van Nistelrooy, "alguém que é procurado na área porque todos sabem que tentará fazer o gol com qualquer parte do corpo, alguém que pode receber cruzamentos altos". Segundo o jogador do Mumbai,  Neymar é "rápido, inteligente e sabe driblar, além do que, está cada vez mais forte".

Forlán ainda escreveu que os defensores ficam frustrados por não conseguir parar Neymar e acrescentou que Pelé causava o mesmo efeito sobre os seus rivais, citando que tanto o barcelonista como o Rei do futebol jogaram no Santos.

"Meu pai [Pablo Forlán, ex-jogador do São Paulo] jogou contra o Pelé e me disse que ele recebia mais faltas duras do que Neymar. Todo mundo queria parar Pelé, o gênio, que também era forte. Ele tinha que saber se defender e devolver as faltas que recebia, se necessário. Era uma parte de sua forma de jogar que nem sempre é mencionada", finalizou Forlán, provavelmente, referindo-se a uma cotovelada que Pelé deu um jogador uruguaio na semifinal da Copa do Mundo de 70. Na ocasião, o árbitro ainda marcou falta a favor do Brasil.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos