Herói do Mazembe vira colega de time de ex-Grêmio no Qatar

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • AFP/Marwan Naaman

    Dioko Kaluyituka (15) marcou 2º gol do Mazembe no fatídico jogo contra o Inter

    Dioko Kaluyituka (15) marcou 2º gol do Mazembe no fatídico jogo contra o Inter

Seis anos depois de ajudar a afundar o Internacional na semifinal do Mundial de Clubes de Abu Dhabi, Kaluyituka foi parar no time de um brasileiro no Qatar. Autor do segundo do gol do Mazembe em 2010, o congolês cruzou o caminho de William Schuster, ex-jogador do Grêmio, no Al Muaither.

A nacionalidade foi o gancho para o entrosamento nos primeiros dias no clube. A chegada de Kaluyituka em Doha ocorreu há 15 dias e a estreia será neste sábado (15), diante do Al Gharafa.

Reprodução
William Schuster e Kaluyituka durante treinamento de time no Qatar

Ele chegou ao clube e soube que eu era brasileiro. Aí começamos a conversar e me disse que tinha jogado no Mazembe, eu falei que era do sul, que joguei no Grêmio. Até comentei que tenho amigos colorados que queriam matar ele", conta Schuster.

Meia ex-Novo Hamburgo, William Schuster foi indicado por Roger Machado e passou pelo Grêmio em 2015. Depois foi para o Atlético-GO e no meio deste ano se transferiu para o Qatar. O encontro com o carrasco do Inter  sequer estava nos planos.

"Eu nem fazia ideia, quando falamos é que me dei conta. A gente chama ele de Dioko aqui", comenta Schuster.

Alain Dioko Kaluituka, 29 anos, começou a carreira no Congo. Ficou no Mazembe até 2011 e depois foi para o Qatar. No país, tem passagens por Al-Ahli, Al-Kharitiyath e Al-Gharafa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos