Maxi López recebeu oferta da máfia para cortar pernas de Icardi, diz rádio

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Maxi Lopez ignora cumprimento de Mauro Icardi

    Maxi Lopez ignora cumprimento de Mauro Icardi

A relação entre os jogadores argentinos Maxi López e Mauro Icardi, que já não é nada boa, podia ter atingido um estágio ainda mais dramático. Segundo a argentina "Radio 10", em relato reproduzido pelo jornal "Olé", a máfia do país sul-americano se ofereceu para resolver a desavença entre os dois e cortar as pernas do capitão da Inter de Milão.

De acordo com a rádio, o episódio aconteceu quando Maxi López circulava de carro pela Argentina. O veículo foi interceptado por um representante da máfia local, que perguntou se o atacante do Torino queria que cortassem as pernas de Icardi. O jogador rejeitou a oferta, mas recebeu um cartão comercial para o caso de mudar de ideia.

Os argentinos eram amigos e chegaram a passar férias juntos. Em 2013, contudo, Icardi usou a rede social Twitter para fazer uma declaração de amor a Wanda Nara, esposa de López, com quem foi flagrado posteriormente aos beijos.

A traição virou caso notório na Argentina. Até Diego Maradona participou da polêmica ao dizer que "socaria Icardi" se estivesse na posição de Maxi López. O atacante respondeu com uma crítica ao maior ídolo do futebol nacional: "Até onde eu sei, ele nunca foi um exemplo".

Wanda Nara tentou amenizar o episódio. Disse que era traída recorrentemente por López e que vivia uma relação conturbada com o marido. Ela e Icardi estão juntos até hoje.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos