Inter aplica multa, mas não afasta dupla que trocou socos em treino

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

William e Anderson foram punidos pelo Internacional, mas seguem no elenco principal. Três dias depois de protagonizarem uma briga com direito a troca de socos e dente quebrado em meio a treinamento no Beira-Rio, a dupla recebeu sanções diferentes. O meia tomou multa salarial de 15% e o lateral direito uma advertência. A decisão foi comunicada pelo clube nesta segunda-feira (17).

"Decidimos advertir o William pelo envolvimento na situação. Não foi adequado. O Anderson há uma pena mais ampla. Ele foi multado em 15% dos seus vencimentos e esse valor vai ser destinado a Instituição Pão dos Pobres", anunciou Fernando Carvalho, vice de futebol do Inter. "Essa decisão foi a mais adequada, não era hora de algo mais drástico. Peço aos torcedores que compreendam que foi a melhor decisão", completou.

A decisão foi comunicada aos atletas em reunião individual com a diretoria. William foi o primeiro a ser informado. Depois, Anderson encontrou os dirigentes e também tomou ciência da medida.

"Achamos que era a medida mais adequada. Levamos em consideração o que aconteceu, a forma, o ambiente interno e a excelente relação de ambos. Entre si e com o grupo, com os companheiros. A importância deles no grupo. Não é hora de grandes rupturas, de ter uma atitude mais drástica. Embora o assunto seja sério, não é possível admitir isso em um ambiente de trabalho e no momento que estamos", declarou o dirigente.

Na sexta-feira à noite, o Internacional decidiu dispensar os atletas por dois dias. Sob o argumento de que era preciso manter o foco no jogo contra o Flamengo, domingo. No sábado, nas redes sociais, torcedores criaram abaixo-assinado pedindo a demissão de Anderson.

No domingo, antes da bola rolar para o jogo da 31ª rodada do Brasileirão, a torcida no Beira-Rio gritou o nome de William. Dando sinal de ter comprado o lado do camisa dois na confusão.

Relembre o caso

Na parte final do treinamento de sexta-feira, Anderson e William discutiram durante atividade técnica. O lateral e o meia trocaram socos, mas quem levou a pior foi o jovem. Um dos golpes acertou a altura da boca e provocou sangramento.

Andrigo, Danilo Fernandes e Marcelo Lomba atuaram para conter William, que tentou acertar chute em Anderson no revide. O ex-jogador do Manchester United foi contido pelo auxiliar Odair Hellmann e deixou o gramado mais cedo.

As imagens foram flagradas pela imprensa, mas o diálogo que deu origem a confusão foi inaudível. A ironia é que a atividade ocorreu com portões fechados na primeira parte e a briga se deu justamente quando os jornalistas foram liberados para fazerem registros.

Quer receber notícias do Internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos