Oswaldo revela conversa privada com Cássio e prevê volta à equipe no futuro

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

A decisão de manter Cássio no banco de reservas do Corinthians foi a mais importante que Oswaldo de Oliveira tomou em sua primeira semana de trabalho no clube. Mas, além de escolher Walter para a equipe, ele conversou com o novo suplente em particular e disse acreditar que possa recuperar a posição de principal goleiro em breve. 

"Ontem conversamos bastante com o Cássio sobre a situação. Ele está bastante bem. Eu tenho um ponto de vista definido com esse tipo de coisa. O jogador tem momentos, tem fases, o ser humano é muito cíclico e o jogador também. A performance dele sofre interferência do que vive dentro e fora do campo. Quando há essa oscilação, a gente tem que fazer a opção por aquilo que achamos ser mais útil para a equipe. Achamos que o mais útil era a permanência do Walter", afirmou Oswaldo de Oliveira. 

"Tenho maior admiração pelo Cássio e vou repetir porque já falei isso. Já o enfrentei muitas vezes. Quando vamos jogar contra ele, temos que ter certos cuidados pela potencialidade dele. Tenho certeza, como disse a ele ontem, que ele vai se recuperar e vai voltar a jogar", acrescentou o treinador corintiano. 

Quando teve que fazer escolha semelhante durante sua passagem, Cristóvão Borges optou por Cássio e apresentou uma justificativa diferente. À época, o sucessor imediato de Tite declarou que relegar o goleiro campeão mundial para o banco de reservas faria com que ele perdesse um jogador no grupo. Oswaldo, por sua vez, fez aposta diferente e preferiu manter quem vive melhor momento, no caso Walter. 

Veja mais declarações de Oswaldo de Oliveira

POSSE DE BOLA ALTA NA ESTREIA
A posse de bola, a troca de passes, é um dado muito importante na concepção de jogo e da equipe. Gosto de estimular e vamos procurar manter.

MARQUINHOS OU MARLONE?
Para amanhã alguém vai ser substituído, mas é natural, não existe mais hoje essa questão. Jogamos tanto durante o ano que é compreensível que haja alternância em uma função ou outra, é natural que aconteça.

COMO LIDAR COM O CLUBE EM CRISE POLÍTICA
Nossa verdade hoje é que não podemos ficar à parte de nada. Todos sabem, porque no final as coisas se tornam públicas e temos que saber conviver com maturidade. Não estamos lidando com uma criança, a maioria é adulto, pai de família, é responsável pela família, todos sem exceção. Ainda não pude conversar com todos. (...) Não podemos fugir de responsabilidades. Temos que conviver com elas e levar no melhor termo.

COMO SE COMPORTAR NO MINEIRÃO
A vantagem tem faces diferentes, embora a vantagem seja de um gol. Temos que encarar com muita seriedade, procurar vencer a partida, não ter uma preocupação inicial com isso. Essa vantagem só vai ter efeito no final com as coisas mais ou menos definidas.

GUILHERME, UM VELHO CONHECIDO
O Guilherme é um jogador de capacidade muito grande. Eu falei aqui na apresentação que conheci ele novinho, em 2006, porque subiu comigo no Cruzeiro. Tenho muito orgulho, porque está jogando o que projetamos na época. Ele tem versatilidade, habilidade e inteligência muito grandes. Está fazendo a função do nove que fazia na época. É um jogador muito interessante que, ao longo do nosso trabalho aqui, vai ser muito mais útil.

O INTERESSE DE GUILHERME POR EVOLUÇÃO
Para você ter um exemplo bem interessante, quando terminou o treinamento, ele me procurou para saber se tinha mais algum trabalho de movimentação. Eu disse 'Guilherme, estou indo devagar, mas o que você está fazendo está me satisfazendo, e vamos acrescentar muito mais coisas na medida em que for avançando'. 

JÔ ESTÁ CONTRATADO?
Sobre isso tenho uma opinião bem definida e conto o caso que me levou a ela. Eu estava no Vasco em 2000 e queríamos contratar o Edilson, que jogou comigo aqui. Estávamos empenhadíssimos em levar. Durante a negociação, eu sempre era questionado, e emitia a minha opinião, 'é isso', 'é aquilo', e ele acertou com o Flamengo e foi fazer gol no Vasco. Na hora em que ele estiver, se estiver, a gente fala. Agora não dá. 

RESPEITO PELO CRUZEIRO
O Cruzeiro, através dos tempos ,a gente aprendeu a respeitar, porque fez grandes equipes, foi um destaque no futebol brasileiro, um clube ganhador de títulos. Enfrentar o Cruzeiro é sempre muito difícil. Poder jogar contra, ou na época em que lá trabalhava, é sempre um evento especial.

BRASILEIRÃO x COPA DO BRASIL
Temos que saber viver cada momento em sua vez. Naquela época (anterior do Corinthians), a gente falava 'temos que girar o seletor de canais', e hoje não tem mais isso. Hoje o que se usa é o 'foco', direcionar o foco, então vamos jogar uma partida em uma competição completamente diferente. O resultado também é diferente, então aumenta a importância, a responsabilidade. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos