Benzema rebate presidente da França: "fui bem educado pelos meus pais"

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / FRANCK FIFE

    Benzema com a camisa da França: acusação de chantagem ainda leva dor de cabeça ao atacante

    Benzema com a camisa da França: acusação de chantagem ainda leva dor de cabeça ao atacante

Depois de ouvir do presidente da França, François Hollande, que "não é um exemplo de moralidade", o atacante Benzema não deixou por menos e respondeu à declaração após a vitória do Real Madrid por 5 a 1 sobre o Legia Varsovia, na última terça-feira, pela Liga dos Campeões.

"O que você quer que eu diga? Se eu não sou um exemplo, talvez existam outras pessoas que sejam exemplos. Eu jogo futebol, dou prazer para as pessoas e fui bem educado pelos meus pais", disse em entrevista ao jornal francês "Le Parisien".

A opinião de François Hollande sobre o jogador tem origem na polêmica relacionada a uma suposta chantagem sexual que o atacante teria feito ao companheiro de seleção Valbuena. Desde então, não foi mais chamado para defender o país, ficando ausente, inclusive, da convocação à Eurocopa, na qual a França foi vice-campeã. No entanto, ele já foi liberado para defender seu país novamente.

Agora, ele diz que espera uma convocação. "A seleção? Logo saberemos. Não há necessidade de estar falando sobre isso o tempo todo. Eu tenho que fazer bons jogos com o meu clube. Espero ser chamado para a seleção, mas não me causa ansiedade. Para mim é importante voltar", disse.

Quer receber notícias do Real Madrid de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos