Cafu lamenta saída de Dunga, mas diz que Brasil tem padrão de jogo com Tite

Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Ricardo Mazalan

Capitão do pentacampeonato mundial, Cafu lamentou o fato de Dunga ter deixado o comando da seleção brasileira. De acordo com o ex-jogador, faltou sequência para que o ex-treinador conseguisse desenvolver seu trabalho – Dunga deixou o Brasil na sexta colocação nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

"Tinha plena confiança que o Brasil iria para a Copa do Mundo e também acreditava no trabalho do Dunga, pelo profissionalismo e pelo profissional que é. Infelizmente, não deram sequência no trabalho dele", afirmou.

Com a chegada de Tite, em meados de junho, a situação da seleção brasileira mudou. Depois de quatro vitórias consecutivas, a equipe chegou aos 21 pontos e assumiu a liderança das Eliminatórias.

"(A principal mudança) foi um padrão de jogo. A gente já começa a ver um pouco mais da cara do Tite na seleção brasileira. É praticamente uma outra seleção brasileira, até em termos de motivação daquela que vimos antes", continuou Cafu.

Com a chegada de Tite um revezamento de capitães teve início. Na última partida, contra a Venezuela, o lateral-esquerdo Filipe Luís foi o responsável por carregar a braçadeira.

"Isso é ótimo, dá responsabilidade para todo mundo", afirmou o capitão do penta. "Em 2002, por exemplo, eu tinha a faixa, mas tínhamos o Rivaldo, Ronaldo, Roberto Carlos, que podiam ser capitães".

A próxima partida da seleção brasileira está marcada para o dia 10 de novembro, no Mineirão. O adversário será a Argentina, quinta colocada das Eliminatórias.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos