Ceni se coloca à disposição, mas SP não sabe se buscará técnico em 2017

Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Manchester City

    Em seus estudos na Europa, Rogério Ceni visitou o Manchester City

    Em seus estudos na Europa, Rogério Ceni visitou o Manchester City

Rogério Ceni está à disposição para ser o treinador do São Paulo em 2017 – o ex-goleiro e capitão são-paulino tem mantido contato constante com a diretoria do clube, e se mostra disposto a aceitar o desafio de assumir o comando da equipe em janeiro. Apesar disse, não existe nenhum compromisso de ambos os lados, e Ceni ainda pode acabar prolongando os estudos e adiando o projeto de voltar ao Morumbi.

No momento, o São Paulo respalda Ricardo Gomes, que inclusive tem participado do planejamento do elenco para a próxima temporada. Depois da vitória sobre o Fluminense na segunda-feira, uma boa sequência de resultados e o fim da ameaça do rebaixamento pode levar à permanência do comandante.

Enquanto isso, Ceni vem mantendo contato com os dirigentes são-paulinos. Caso Gomes acaba deixando o clube, a direção avalia que é preferível apostar em Ceni do que em outro treinador jovem, ainda sem história, que venha de outro time brasileiro. Os estudos e referências do ídolo são-paulino também agradam – Rogério tem como referências Juan Carlos Osorio, Jorge Sampaoli e Guardiola.

Enquanto não ocorre uma definição, o assunto vai ganhando corpo nos corredores do Morumbi. Antes do confronto diante do Fluminense, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva falou sobre a possibilidade.

"Ele vai ser um dia, sim. E será muito bom. Para a instituição e para ele, um são-paulino seríssimo, obstinado e dedicado. Ele está se preparando para isso, não sei quando, mas com certeza será. E sim, é uma hipótese (para o ano que vem)".

Rogério esteve em Cotia nas últimas três semanas, acompanhando treinamentos e estudando. A iniciativa nada tem a ver com a possibilidade de assumir o time profissional em 2017. Durante a estadia, o ex-goleiro manteve um perfil discreto justamente para evitar qualquer tipo de pressão no clube a em Ricardo Gomes, com quem mantem ótima relação.

Até dezembro, Ceni deve seguir estudando – irá concluir o curso oferecido pela FA (Federação Inglesa) e visitará Jorge Sampaoli, treinador do Sevilla, de quem é admirador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos