Museus, oficinas, curso de inglês...Vasco oferece projeto cultural à base

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Carlos Gregório Júnior / Site oficial do Vasco

    Jovens da base do Vasco visitam o Museu da CBF através do projeto do clube

    Jovens da base do Vasco visitam o Museu da CBF através do projeto do clube

O caminho até se tornar profissional é árduo e muitas vezes não se torna possível. Pensando nisso, desde o início do ano, o Vasco criou um projeto de formação pessoal aos cerca de 50 jovens que moram nos alojamentos de São Januário. De visita a museus a curso de inglês, os atletas têm obtido conhecimento além dos campos e quadras.

Chamada de "Colina Cultural", a ação engloba meninos de 14 a 20 anos que ainda não possuem condições financeiras de se manter fora do clube cruzmaltino, muitos deles oriundos de outros estados. Nele, semanalmente, são feitas diversas atividades fora do âmbito esportivo.

"O projeto começou este ano. Eu tive a ideia ano passado, mas por vários motivos não andaram. Quando o pessoal que cuida da base ficou sabendo, gostaram muito. Eles sempre pensaram para frente, na formação do atleta e o projeto começou a andar. Temos o foco de cultura e entretimento para quem mora aqui. São garotos de 14 a 20 anos que treinam de manhã, estudam à tarde (no Colégio Vasco da Gama) e à noite ficavam com um tempo ocioso. Foi então que pensamos em desenvolver essas atividades semanais", explicou João Santos, de 25 anos, idealizador e hoje coordenador do projeto.

Divulgação / Vasco.com.br
Jovens da base do Vasco em visita ao Museu do Amanhã, no Centro do Rio

As ações são realizadas sem custos e por intermédio de parcerias, como no caso do curso de inglês da Singular Idiomas, que começou nesta semana e abriga duas turmas com 15 alunos em cada.

"Eu não gastei R$ 1 do Vasco ainda. Esse projeto funciona só com parceria", salienta João.

Além do curso, o Vasco fez parcerias para visitas ao Museu do Amanhã, no Centro do Rio, ao Museu da CBF, à sessões de cinema e teatro, além de palestras das mais variadas áreas. Na semana passada, o grupo de pagode Bom Gosto também fez um show sem custos para os jovens e doou instrumentos que serão utilizados nos próximos dias para uma oficina de percussão.

"Colina Cultural é um projeto muito bom, que possibilita a integração e diversas atividades, ampliando o nosso conhecimento. Traz muitos valores importantes para o crescimento do nosso caráter. Gostei muito do passeio no Museu do Amanhã", disse ao site oficial do Vasco Luan Teixeira, da categoria sub-17.

Carlos Gregório Júnior / Site oficial do Vasco
Show do grupo Bom Gosto animou os jovens da base do Vasco

Atletas solicitam atividades

Embora as atividades não sejam obrigatórias, a receptividade dos jovens tem sido grande. Atualmente, os próprios já fazem sugestões para novas ações.

"Isso que nos surpreendeu. Nada é obrigatório, mas todas as atividades ficam cheias. Fomos ao Planetário com ônibus cheio, Museu da CBF também... Eles trazem ideias, ficam na internet buscando coisas. Outro dia eles disseram que queriam conhecer o Centro do Rio e fomos", declarou o coordenador.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos