Mustafá elogia Nobre, mas diz que Allianz Parque não foi um bom negócio

Do UOL, em São Paulo

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

    Mustafá foi um dos presidentes mais polêmicos da história do Palmeiras

    Mustafá foi um dos presidentes mais polêmicos da história do Palmeiras

Considerado um dos presidentes mais vitoriosos (e polêmicos) da história do Palmeiras, Mustafá Contursi voltou a aparecer na mídia nesta semana. Em entrevista ao programa "Aqui com Benja", que vai ao ar na Fox Sports no próximo sábado, o ex-mandatário palmeirense fez questão de elogiar a atual gestão de Paulo Nobre, mas aproveitou para criticar o acordo feito entre o clube e a WTorre para que o Allianz Parque saísse do papel.

Segundo o contrato entre as partes, o Palmeiras cedeu por 30 anos o uso do terreno à WTorre, responsável pela construção da nova arena. A construtora é quem faz a gestão do estádio (exceto em dias de jogos), o que já fez com que o time tivesse que jogar várias vezes fora de sua casa, em virtude da realização de shows e outros eventos no Allianz.

"Se o Allianz Parque foi um bom negócio, o tempo que vai dizer. Por enquanto não foi. Alguns alegam que as melhoras das rendas justificam, eu acho que não. Perdemos a referência de clube/sociedade e quadro associativo. Não temos os recursos que se prometeram e que as novas instalações proporcionariam. É um debate de oito anos que faltou discutirmos a fórmula e os entendimentos, inclusive com o parceiro. Muitas coisas teriam sido evitadas. Se houve investimentos, indiscutivelmente o Palmeiras também entregou centenas de milhões de reais em propriedades para que eles conseguissem os objetivos deles nos investimentos. O Palmeiras é parceiro na mesma proporção", declarou Mustafá.

Quando questionado sobre a importância do atual presidente Paulo Nobre, o Mustafá não poupou elogios e destacou o apoio dado ao clube. "Paulo Nobre tem grande contribuição no ajuste das nossas responsabilidades, mas só que ainda estamos contaminados por grandes responsabilidades financeiras. Ele colocou seus recursos à disposição do clube e contribuiu para que o Palmeiras se reorganizasse. Sem ele demoraria muito mais tempo e com mais dificuldades", reconheceu.

Mustafá ainda falou sobre o polêmico Mundial de 1951, e foi enfático: " É o título mais importante de todos os clubes que tiveram láureas do futebol brasileiro. Foi a recuperação do fracasso da Copa de 50; contaminou os quatro cantos do país. Todas as torcidas comemoraram", concluiu o palmeirense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos