Rodriguinho rebate Andrés Sanchez sobre ressaca: "não há problema nisso"

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

Um dia depois de o ex-presidente Andrés Sanchez dizer que Rodriguinho já se apresentou de ressaca ao clube, o meia pediu a palavra no Corinthians. Destaque da equipe em alguns momentos da temporada, ele não negou a afirmação, mas disse que trabalha com responsabilidade e que não há problemas na ocorrência. 

"Ele fala bem o que pensa, é um cara bem espontâneo. Depende do momento em que ele estava falando...depois que fomos campeões brasileiros, comemoramos bastante, e muita gente chegava (de ressaca). Eu nunca cheguei atrasado a algum treinamento, e nunca deixei de fazer meu trabalho, nunca faltei. Fiz tudo que me mandaram. Pode acontecer com qualquer um", comentou Rodriguinho, antes de brincar com jornalistas.

"Deve acontecer com vocês sempre. Não precisam do corpo para trabalhar, então deve ser uma loucura (risos). Não vejo problema nisso, eu sempre cumpri minha responsabilidade", acrescentou o meia, vice-artilheiro corintiano em 2016 com nove gols marcados. 

"Lógico que tem que ter responsabilidades. Não posso beber na concentração e jogar no outro dia, seria inadmissível. Outro dia eu estava com um amigo médico, ele estava bebendo de noite e perguntei 'você não vai trabalhar amanhã?'.  Ele falou que tinha uma cirurgia. Tem a responsabilidade no outro dia, mas achou que 'normal', que ele seria capaz de fazer normalmente, sem problemas para ele. Se eu conseguir fazer da forma como faço sempre, com minhas responsabilidades, sem problemas", acrescentou o meia. 

Em sua entrevista, o ex-presidente declarou que faltavam "bandidos do bem" no Corinthians, em menção a jogadores pouco disciplinados e, supostamente, com mais atitude. Rodriguinho, porém, disse não se enquadrar no perfil. 

"Bandido do bem é complicado. Isso é a opinião dele, cada um tem a sua, tem treinadores e presidentes que não gostam de jogadores solteiros que possam sair. É uma coisa que muda de pessoa a pessoa. Me vejo como um cara tranquilo até, tem pessoas bem piores. Eu sou um cara trabalhador que tenta fazer as coisas direitinho. Na folga, todos podem fazer o que quiser. Um vai na igreja, outro janta com a esposa e bebe vinho. Se cumprir com seu trabalho, tem todo direito", opinou. 

Para Rodriguinho, faltou Andrés medir as consequências da declaração

"O Andrés é um cara bem espontâneo, que fala o que acha. Às vezes, não sei se mede as consequências que se pode tomar. Eu só fiquei preocupado como iriam receber essa notícia. Alguns crucificam, outros agem com naturalidade e acham normal, como é no meu pensamento. Eu fiquei preocupado com o rumo que tomaria", declarou. Ao ser perguntado se já havia visto o ex-presidente de ressaca, ele brincou: "conhecendo bem, acho que ele já deve ter chegado aí assim também". 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos