Ídolo do Real, Raúl tem R$ 32 milhões bloqueados pela Justiça espanhola

Do UOL, em São Paulo

  • Pierre-Philippe Marcou/AFP

Um juiz de Madri ordenou um bloqueio de 9,32 milhões de euros (R$ 32 milhões) das contas do ex-jogador Raúl González, ídolo do Real Madrid. A informação é do jornal "El Mundo".

Ele tem resistido a pagar uma dívida contraída após um investimento fracassado em um projeto de energia fotovoltaica. Segundo a publicação, o jogador não honrou pagamentos na casa de 7,17 milhões de euros (R$ 24,5 milhões), o que endividou seus sócios na empresa Europa Scar Sport.

No processo, a juíza Carmen Pérez mandou bloquear os bens da empresa, administrada pela mãe de Raúl, María Luisa Blanco. O ex-jogador negou à Justiça que tenha participação na gestão da companhia, não tendo participado de nenhuma reunião nem do conselho administrativo dela.

Raúl argumenta que eram pessoas de sua confiança que geriam a Europa Scar Sport, sem lhe fazerem consultas. Ele e seus representantes argumentam que não têm que pagara a dúvida em questão porque a responsabilidade da empresa é só subsidiária.

Os problemas do ex-jogador tiveram início em 2008, quando Raúl se associou à empresa Aurantia e comprou 20% da Cadmos Energías Renovables.  Os negócios deram errado, a Europa Scar Sport negou sua participação no fracasso e, em 2011, pediu a anulação da sociedade, mas isso foi negado pela Justiça. No andamento do processo, foi determinado o milionário bloqueio de contas de Raúl.

Quer receber notícias do Real Madrid de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos