Fifa aceita denúncia e pode punir Bolívia por naturalização irregular

Do UOL, em São Paulo

  • Claudio Reyes/AFP

    Nelson Cabrera (camisa 5) nasceu no Paraguai e se naturalizou boliviano

    Nelson Cabrera (camisa 5) nasceu no Paraguai e se naturalizou boliviano

A Fifa abriu nesta quarta-feira (26) processo disciplinar contra a seleção da Bolívia, após aceitar uma denúncia feita pelas federações do Chile e do Peru. O caso diz respeito à suposta naturalização irregular do zagueiro Nelson Cabrera, nascido no Paraguai e que defende o time boliviano.

A reclamação dos denunciantes é que Cabrera não vive há cinco anos na Bolívia, período mínimo exigido pela Fifa para aceitar a naturalização de um atleta. Por isso, Peru e Chile querem os pontos das partidas contra a Bolívia - os bolivianos venceram os peruanos por 2 a 0 em 1º de setembro, e empataram por 0 a 0 com os chilenos em 6 de setembro.

Segundo o jornal chileno La Tercera, um porta-voz da Fifa disse que não há previsão sobre o resultado do processo, nem sobre o tempo que ele levará.

O presidente da federação boliviana, Rolando López, contestou a decisão. "Na correspondência que enviamos à Fifa, há artigos absolutamente contraditórios. Há artigos que dizem que bastam dois anos [de estadia no país para se naturalizar], e outros que dizem cinco anos. Então atuamos de boa-fé. No nosso país, quem quiser a naturalização precisa viver aqui por três anos. E o jogador cumpriu isso", afirmou.

"Se nos tirarem pontos, se os derem ao Chile e ao Peru, vai se armar algo grande a nível sul-americano, tendo em conta que há times lutando para pelo menos chegar à repescagem. Essa forma de obter pontos pode gerar muito conflito", completou.

Com dez rodadas disputadas nas Eliminatórias Sul-Americanas, a Bolívia ocupa o penúltimo lugar, com oito pontos. Já o Chile está em sétimo, com 14 pontos, e o Peru em oitavo, com oito. Os quatro primeiros colocados se classificam diretamente à Copa do Mundo de 2018, enquanto o quinto vai para a repescagem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos