Terremoto de magnitude 5,9 paralisa partida do Italiano; Juve segue líder

Do UOL, em São Paulo

Uma série de terremotos atinge a Itália nesta quarta-feira (26). Um deles, mensurado em 5,9 graus na escala Richter resultou na paralisação do duelo entre Pescara e Atalanta, pelo Campeonato Italiano, por três minutos. Os tremores foram sentidos no estádio Adriático, ao sul do país, e chegou a causar pânico no local.

De acordo com o jornal "Gazzetta dello Sport", o tremor de magnitude 5,9 foi sentido nas cidades de Roma, Perugia, Florença, Tarento e Vêneto. Esse terremoto aconteceu às 21h18 local (17h18 de Brasília).

Antes disso, um terremoto de magnitude 5,5 já havia atingido a Itália, por volta das 19h10 local (15h10 de Brasília). O epicentro do tremor aconteceu a sete quilômetros ao sudoeste de Visso, a 10km de profundidade. A região fica a 175km de Roma, capital da Itália.

De acordo com a agência "ANSA", o número de feridos na cidade de Visso subiu para dois.

Além de Pescara x Atalanta, a partida entre Fiorentina e Crotone também foi paralisada. O motivo, no entanto, se deu por causa das fortes chuvas em Florença - o segundo terremoto também pôde ser sentido na cidade.

Terremotos não causam ferimentos graves na Itália

Matteo Crocchioni/ANSA via AP

Apesar dos dois feridos na cidade de Visso, os terremotos não causaram grandes danos nas cidades italianas. Em entrevista à agência "Ansa", o chefe do departamento de Proteção Civil da região das Marcas, Cesare Spuri, afirmou não haver relatos de mortes.

"Até o momento, nenhuma morte foi registrada por causa do terremoto de magnitude 5,4, sentido em diversas regiões ao centro da Itália. Tiveram dois ou três feridos, mas nenhum colapso grave em edifícios ou casas".

A prefeita de Roma, Virginia Raggi, afirmou que o departamento de Proteção Civil de Roma foi destinado para ajudar as regiões afetadas. "Estamos recolhendo as primeiras informações. Nossos pensamentos estão com os habitantes das regiões atingidas pelos tremores. O departamento de Proteção Civil de Roma está empenhado para ajudar as regiões atingidas".

Em entrevista ao canal "Sky TG 24", o prefeito da comuna de Ussita, Giuliano Rinaldi, classificou como "apocalíptico" o terremoto que atingiu a região e afirmou que a cidade está "destruída".

"É o terremoto mais forte que já senti na minha vida, apocalíptico. Caíram as paredes das casas, a nossa cidade está destruída. Caiu também um lado da igreja, o terreno rachou. O bairro de Casali não está mais acessível. Estou otimista em relação a feridos e mortos, pois até agora não temos notícia de nenhum caso".

JUVENTUS DESPACHA SAMPDORIA; ROMA MANTÉM PERSEGUIÇÃO

AFP / MARCO BERTORELLO
Juventus não teve trabalho para vencer a Sampdoria nesta quarta-feira

Com a bola rolando, a Juventus, mais uma vez, não deu chances aos adversários. Jogando em casa, a atual campeã italiana não teve trabalho para despachar o Sampdoria com uma goleada por 4 a 1. Mandzukic abriu o placar e Chiellini ampliou ainda na etapa inicial, enquando Schick descontou para os visitantes. No segundo tempo, Pjanic ampliou e Chiellini fechou o placar ao anotar seu segundo gol no confronto.

Já a Roma, vice-líder com 22 pontos, dois atrás da Juve, deu um susto nos seus torcedores. Fora de casa, a equipe da capital começou perdendo após um gol marcado por Paolo Cannavaro. Na etapa final, no entanto, o time reagiu e virou a partida com dois de Dzeko e um Nainggolan para fechar o placar em 3 a 1 e manter sua perseguição ao líder no campeonato nacional.

Quer receber notícias de futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos