Audax/Corinthians bate São José e conquista Copa do Brasil feminina

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Equipe de Osasco marcou com Pardal, Chú Santos e Gabi Nunes

    Equipe de Osasco marcou com Pardal, Chú Santos e Gabi Nunes

O Audax/Corinthians conquistou nesta quinta-feira o título da Copa do Brasil feminina 2016. Jogando no Estádio José Liberatti, em Osasco (SP), o time da Grande São Paulo derrotou o São José por 3 a 1 e faturou pela primeira vez o título da competição.

A decisão da Copa do Brasil foi a primeira do Audax - classificado agora para a Copa Libertadores feminina 2017 - em um torneio nacional. No primeiro jogo das finais de 2016, em São José dos Campos (SP), as duas equipes empataram: 2 a 2.

Apesar da derrota, o São José segue como um dos maiores vencedores da Copa do Brasil feminina – são dois títulos (2012 e 2013), a exemplo do Santos (2008 e 2009). O time ainda tem dois vices no Campeonato Brasileiro (2013 e 2015).

Parceria

Surgida no início de 2016, a parceria entre Grêmio Osasco Audax e Corinthians cumpria uma exigência do Profut a respeito de investimentos no futebol feminino. Desta forma, o Corinthians aproveitou a estrutura do Audax e retornou à modalidade para a disputa do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

No Campeonato Brasileiro, o time atuou como Corinthians/Audax, uma vez que era o clube paulistano o detentor da vaga; na Copa do Brasil, a vaga era do Audax, graças à campanha do Campeonato Paulista do ano anterior.

O jogo

As duas equipes demonstraram equilíbrio nos primeiros minutos, mas o Audax, jogando em casa, logo começou a ganhar terreno. Melhor no jogo, a equipe de Osasco abriu o placar aos 25 min do primeiro tempo: após cobrança de escanteio, Pardal apareceu na pequena área e cabeceou para fazer 1 a 0.

Reprodução
Pardal comemora gol do Audax/Corinthians, o primeiro na vitória sobre o São José
De quebra, o time aproveitou o momento e quase ampliou em jogada ensaiada aos 35 min – o gol só não saiu porque o chute de Chú Santos no cruzamento de Gabi Nunes foi interceptado em cima da linha pela zagueira Bagé. Dois minutos depois, outra chance de perigo: Juci cruzou na área e Daiane só não balançou as redes porque a cabeçada foi para fora.

O São José ensaiou uma pressão no fim da primeira etapa, mas sem oferecer perigo. Em compensação, marcando a saída de bola adversária, Yasmin arriscou logo aos 2 min do segundo tempo e mandou a bola rente à trave esquerda da goleira Tainá.

Entretanto, o Audax conseguiu segurar as adversárias, e logo marcou 2 a 0. Aos 22 min, Chú Santos aproveitou a bola levantada na área pela esquerda e marcou mais um de cabeça. Porém, cinco minutos depois, Raquelzinha levou a melhor em falta cobrada para a área e bateu para o gol para diminuir.

Poderia ser o início da reação joseeense, mas o Audax logo fez o terceiro e assegurou a vitória. Aos 37 min, Grazi cruzou rasteiro pela direita e encontrou Gabi Nunes, que, sozinha na área, precisou apenas escorar para fazer 3 a 1.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos