Barcelona denuncia presidente da Liga por comentários sobre jogadores

Do UOL, em São Paulo

O Barcelona anunciou que exigirá que o Tribunal Administrativo do Esporte (TAD em espanhol) abra procedimentos disciplinares contra o presidente da Liga espanhola Javier Tebas  pelas manifestações a respeito dos jogadores do Barcelona após partida contra o Valencia, quando Neymar levou uma garrafada.

"O Barcelona exige que o TAD abra procedimentos disciplinares contra Javier Tebas com relação as manifestações e posição inadmissível sobre os jogadores do Barcelona que foram agredidos durante partida do último sábado, contra o Valencia, no estádio de Nestalla", comunica o clube em nota oficial.

O clube ainda voltou a exaltar a reprovação pública do presidente da Liga. "O Barcelona retira toda sua confiança em Javier Tebas como presidente da Liga de Futebol Profissional".

"Seguindo procedimento formal estabelecido, o clube encaminhará o caso para conhecimento oficial de Miguel Cardenal, secretário de Estado para o Esporte e presidente do Conselho Superior de Esportes para que o caso vá ao TAD, que é o órgão que deverá tomar a decisão sobre os feitos denunciados", finaliza o comunicado.

O Barcelona não gostou nada das críticas que o presidente da Liga espanhola, Javier Tebas, fez sobre o comportamento de jogadores do time catalão em comemoração de gol contra o Valencia. Após o episódio, os torcedores rivais jogaram garrafas nos atletas do Barça. Neymar foi atingido.

"Parecia um jogo de boliche. Sentiram a água. Todos vimos as imagens. Milhões de crianças estavam assistindo. Se meus filhos vissem eu fingindo ou algo parecido, teria vergonha de vê-los depois", disse Tebas em entrevista à emissora espanhola "SportYou" no começo da semana.

Quer receber notícias do Barcelona de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos