Jovem que atirou garrafa em Neymar é banido do estádio do Valencia

Do UOL, em São Paulo

O jovem de 17 anos que atirou uma garrafa d'água nos jogadores do Barcelona, na derrota por 3 a 2 do Valencia, no fim de semana passado, foi banido por tempo indeterminado do estádio Mestalla. O clube havia sido multado em 1.500 euros (cerca de R$ 5 mil) devido ao comportamento de seus torcedores.

O caso gerou uma crise no futebol espanhol, com troca de farpas e acusações entre a Liga e o Barcelona. Nesta quinta-feira (27), o Barcelona denunciou o presidente da Liga por comentários contra os jogadores culés. Ele havia insinuado que Neymar e companhia fingiram ter sido atingidos. O presidente do clube catalão rebateu a declaração dizendo que o cartola estava culpabilizando as vítimas. 

O próprio garoto de 17 anos admitiu em carta pública ter jogado a garrafa, pediu desculpas, mas afirmou ter reagido a provocação de Neymar após o gol decisivo de Messi. 

"Eu sou o torcedor que atirou a garrafa, sim, a garrafa que jogaram nos jogadores do Barcelona. Desde o momento que atirei a garrafa soube do grave erro que havia cometido. Me arrependo profundamente, já que foi um ato que não me define como pessoa nem muito menos define a grande torcida do Valencia", escreveu o jovem.

"No momento do pênalti senti uma grande impotência e um forte desânimo pelo que estava passando. Quando Messi converteu o pênalti vi que se aproximaram à Curva [setor do estádio Mestalla] para comemorar, mas também vi como Neymar nos insultou e nos provocou a todos os torcedores do Valencia que havíamos gritado por nosso time até o último suspiro", explicou o jovem na carta. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos