Gomes desmente versão do SP e tira M. Bastos de jogo: "ele não está focado"

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari-11.ago.2016/Folhapress

Ricardo Gomes informou nesta sexta-feira que o meio-campista Michel Bastos faltou ao treinamento de quinta-feira. Até então, a assessoria do clube havia comunicado que o atleta se ausentou por "problemas familiares". O treinador acrescentou que Michel, na verdade, perdeu o horário da atividade no CT e afirmou que vai deixar o meia de fora do jogo contra o América-MG, na próxima segunda-feira, por "não estar focado".

"Eu tento recuperá-lo desde que cheguei, na parte física e técnica, mas o psicológico dele não está focado. Vocês conhecem ele, é bom jogador, chegou com referências e um bom ano, mas depois caiu. Perdeu o foco e o horário do treino. Ele se desculpou e vamos até o fim do ano administrando. Não sabia, foi falta dele. E não é pela falta que não será relacionado. É porque não está focado. Ele se esforça, mas as coisas não estão acontecendo", desabafou Gomes, nesta sexta.

A ausência de Michel Bastos no treino da manhã de quinta-feira repercutiu nas redes sociais. Torcedores do São Paulo lembraram que Michel havia participado de evento de pôquer na noite de quarta-feira.

Indagado sobre a presença de Michel no evento de pôquer, Gomes ressaltou que esse não foi o problema. "O evento do pôquer não quer dizer nada, ele até saiu cedo, não foi isso que o impediu de vir ao treino. Ele errou o horário".

São Paulo não encara falta como ato de indisciplina

Após as declarações de Ricardo Gomes, o diretor executivo do clube, Marco Aurélio Cunha, voltou a dizer que não encara o caso como um ato de indisciplina. Porém, repetiu que a situação do jogador será reavaliada ao final do ano.

"Não encaro como um caso de indisciplina. Não vejo o motivo de tanto barulho. Não tinha só ele de jogador no pôquer. (Sua ausência no treino) não tem nada a ver com o pôquer", disse em entrevista à ESPN Brasil.

"É um jogador do elenco, eu conto com ele como profissional. Se ele ficar bem, está à disposição para o técnico. Faltam seis partidas (para o fim do Campeonato Brasileiro), no final delas vamos interpretar tudo o que aconteceu", completou.

"Cabe ao treinador interpretar. Tem 30 jogadores no elenco. Ele vai convocar e escalar aqueles que ele acha melhor para o momento. No final do ano veremos quem vai ficar, eventualmente quem vamos trazer", finalizou.

Moeda de troca

Michel Bastos vive um momento delicado na carreira. Com ciclo no fim no São Paulo, apesar de ter mais um ano de contrato, o jogador tem futuro indefinido para 2017. Mas não deve ser no Cruzeiro. Isso porque o Tricolor cogitava envolvê-lo em uma troca com os mineiros que passaria pela chegada do atacante Willian, mas foi informado de que não há interesse no jogador de 33 anos.

Com a rejeição a Michel por parte da Raposa, o São Paulo terá de encontrar outra maneira se quiser contratar Willian. A informação que a diretoria tricolor tem é de que os mineiros até estão dispostos a liberar o jogador, mas o salário alto atrapalha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos