Tite nega ser unanimidade e diz que tem "muitos inimigos" no futebol

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Pilar Olivares

    Tite disse que há atletas que não gostam dele, mas não falam

    Tite disse que há atletas que não gostam dele, mas não falam

O técnico da seleção brasileira, Tite, afirmou em entrevista ao canal Fox Sports que, apesar de ser constantemente elogiado pelos jogadores com os quais trabalhou, não é unanimidade no mundo do futebol. O treinador foi além e disse inclusive que tem "muitos inimigos" no esporte, mas não quis revelar nomes.

"É mentira que sou unanimidade. E os [jogadores] que se omitem e que não falam? Eu tenho muitas diferenças. Tenho alguns, talvez muitos inimigos. Tenho bastante. Tenho e estou falando muito tranquilo. Tenho um estilo que por vezes não agrada a alguns, é humano, cada um tem um estilo", afirmou.

Tite lembrou de um episódio que teve com Jorge Henrique no Corinthians. Em 2013, após uma série de indisciplinas do atacante, ele foi afastado pelo treinador e acabou trocando a equipe alvinegra pelo Internacional. O técnico negou mágoa com o atleta.

"Eu tenho carinho pelo Jorge, e vou te dizer que ele também, porque tratamos de forma honesta. Quando ele foi para o Internacional, conversei com ele no pátio do estacionamento e falei: 'você vai para um extraordinário clube, vai ter possibilidade de se recuperar, e eu vou ficar torcendo e acompanhando'. O resto da nossa conversa não convém falar".

O treinador também falou que não se considera ídolo do Corinthians. "Não estou falando como demagogia ou falsa humildade. Sou um cara muito simples", disse.

Quer receber notícias da seleção brasileira de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos