"Tenho medo pela Argentina", diz Maradona sobre vaga na Copa

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Christophe Ena

A situação da seleção argentina preocupa Diego Maradona. Fora do grupo que estaria classificado para a Copa do Mundo após a punição à Bolívia nas Eliminatórias, o país não vive seu melhor momento no futebol internacional, o que motivou duras críticas do maior ídolo do futebol argentino.

"Tenho medo pela Argentina", afirmou Maradona, em entrevista à "Fox Sports". "Ela não tem representante na Conmebol nem na Fifa. Não temos quem nos defenda. Como não vou ficar preocupado com o todo da AFA? Largaram ela. Não só podemos ficar fora do Mundial da Rússia, mas também de quase todos os mundiais, como sub-15, sub-16, sub-18, sub-20. Tem que limpar todos na AFA. Que devolvam o dinheiro que roubaram ou vão para cadeia."

O ex-jogador, que está em Dubai, disse até que a gestão atual do órgão que cuida do futebol argentino "tem mais a ver com uísque do que com futebol".

Maradona também atacou a falta de cuidado com os jogadores da seleção, lembrando sua passagem no comando da equipe, a qual treinou na Copa de 2010, na África do Sul.

"Na seleção, quando Messi, Carlitos ou Mascherano se lesionavam, pegávamos o primeiro avião para ver o jogador. Samos grandes demais como equipe, como seleção, como país, para que o Barcelona te diga 'está lesionado'. Hoje nos cuidamos para jogar nos clubes e não nos cuidamos por jogar na seleção argentina", declarou.

O ex-jogador poupou, todavia, o técnico Edgardo Bauza, que vive momento complicado desde que assumiu a seleção. Para Maradona, Bauza não tem peças de reposição ao perder jogadores como Messi, desfalque nos últimos jogos da Argentina, tudo por conta do trabalho ruim feito no futebol do país. A solução? "Temos que tomar uma mudança de rumo", opinou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos