Taboão crê em acerto com Túlio, mas diz ter outros 4 ex-jogadores na manga

Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo*

  • Ormuzd Alves-17.dez.1995/Folhapress

    Túlio, em 1995, pelo Botafogo

    Túlio, em 1995, pelo Botafogo

Túlio Maravilha, 47 anos, pode deixar a aposentadoria em breve para acertar com um novo clube. O Taboão da Serra acertou com o ex-jogador, que ainda precisa assinar o vínculo. O clube que disputará a Série A-3 do Paulistão de 2017 acredita em um acordo oficial com o ex-atacante em breve, mas caso Túlio não venha, outros três veteranos agradam para reforçar o time para o próximo ano.

O presidente do Taboão da Serra, Anderson Nóbrega, explicou a situação que ainda separa o clube de um acerto oficial com Túlio Maravilha.

"Tem uma conversa bem adiantada com o Túlio, amanhã ele iria assinar o contrato, mas ele me ligou e disse que teve um problema particular. Por isso ficou para semana que vem para finalizar", contou o dirigente em conversa com o UOL Esporte. "Está apalavrado, conversado. Eu estou só aguardando. Todos os detalhes de contrato estão certos", ressaltou.

Anderson Nóbrega contou que o time quer um nome de peso para a disputa da Série A-3 e que Túlio seria esse nome. "Nós subimos para a A-3 do paulista e o contrato do Túlio é até o final do Paulistão. Agora, não sendo o Túlio, algum grande nome a gente vai ter sim".

"Ele falou que estava tudo certo, falei com ele, mas agora eu fiquei um pouco ressabiado. Caso não dê certo, o que não vai ser pelo clube, fizemos uma boa proposta e que foi aceita pelo Túlio, iremos buscar outros nomes. Eu já conversei com o Junior, lateral esquerdo ex-seleção; o próprio Amaral ex-volante do Palmeiras; pode ser o Dodô ex-São Paulo; o Giovanni ex-Santos.  O clube dá preferência para um meia e meia atacante", explicou.

O presidente ressaltou que a situação é de "acreditar na palavra de Túlio" para que tudo seja oficializado e que o ex-atacante explicou que teve um problema pessoal para não ter assinado ainda. "Estava tudo acertado, inclusive o financeiro. Ontem ele ligou e pediu para dar uma segurada. Ficamos um pouco chateados, estava tudo bem, mas eu creio na palavra do Túlio", contou.

Com uma folha salarial que gira em torno dos R$ 100 mil para pagar 35 profissionais, o Taboão tem a prioridade para contratar um veterano de peso por conta do futebol e de marketing também. "É para trabalhar esse lado de exemplo como jogador, como também o marketing do clube, porque hoje em dia ambos andam juntos".

A reportagem do UOL tentou entrar em contato com Túlio, que ainda não retornou as ligações.
 

*Colaborou Karla Torralba, do UOL, em São Paulo

 

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos