Barça tenta "acalmar" Neymar com Rafinha, e brasileiros viram inseparáveis

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona (ESP)

  • Pau Barrena/XInhua

Com as saídas de Daniel Alves, Adriano e Douglas, o Barcelona abriu mão de jogadores brasileiros na temporada. Na visão dos dirigentes do clube, apenas Rafinha bastava para deixar Neymar bem acompanhado e sem sentimento de solidão. O plano vingou, e os jogadores viraram inseparáveis. 

Almoço em Barcelona, viagens lado a lado no avião e brincadeiras em treinamentos. Neymar e Rafinha fortaleceram o vínculo em dois meses. Tempo em que passaram a ser os únicos brasileiros no dia a dia do Barça - o zagueiro Marlon faz parte do plantel do Barça B e ainda é pouco aproveitado no time profissional.

"Não é uma questão de reprovar comportamentos como o do Daniel Alves, que sempre foi marcante. Mas o Rafinha é um espelho para o Neymar na visão do Barcelona. O bom moço, dedicado e persistente. Companheiro ideal para o Neymar não sair da linha". destacou o jornalista catalão Bruno Alemany, da rádio Cadena Ser.

Neymar e Rafinha sempre tiveram bom relacionamento, mas dificilmente dividiam a vida social. A situação agora é outra. O filho do ex-meio-campista Mazinho passou a ser presença frequente na casa de Neymar, algo que antes era papel de Daniel Alves.

"Não nego a ninguém. O Dani (Alves) foi a pessoa mais importante na minha chegada ao Barcelona. Me ajudando na adaptação com os outros jogadores e ao clube. Sinto saudades dele", disse Neymar em recente entrevista ao site oficial do Barça. 

Reprodução/Instagram
Neymar comparece ao lançamento da academia de Rafinha em Barcelona
Ver Rafinha e Neymar juntos é fácil mesmo até para os fãs. Em fotos publicadas do treinamento ou em vídeos postados nas redes sociais dos jogadores, lá estão eles. Uma brincadeira de dar um tapa na cabeça do amigo e filmar, por exemplo, é vídeo recorrente no Instagram de Neymar.

Na semana passada, mais exemplos do bom relacionamento. Em evento de lançamento da academia de Rafinha em Barcelona, lá estava Neymar. O jogador ainda postou fotos do estabelecimento para promover o empreendimento do amigo.

O temor do Barcelona

Um "chilique" de Neymar com Rafinha durante a vitória por 5 a 0 contra o Leganés, dia 17 de setembro, pelo Campeonato Espanhol, gerou o temor aos dirigentes de Barcelona de que o relacionamento entre os jogadores iria ruir (veja a cena no vídeo acima). Só que o desentendimento foi rapidamente contornado.

Na ocasião, Rafinha puxou a camisa de Neymar para levá-lo à barreira em uma cobrança de falta do adversário. O camisa 11 xingou o amigo, que não respondeu. Um pedido de desculpas no vestiário, porém, foi o suficiente para Rafinha perdoar o excesso do atacante.

O "bom moço"

Folgas recusadas, uma vida discreta com raras presenças em baladas e a fama de ser viciado em treinamento. Rafinha tem prestígio incomum a um brasileiro no cenário europeu do futebol. No Barcelona, o meia tem moral de sobra pelo comportamento fora de campo.

Mesmo solteiro, Rafinha tem vida social pouco agitada. Nas noitadas com Neymar pouco aparece, e o jantar em família, quase sempre acompanhado de Mazinho, é o programa escolhido em Barcelona.

No pior momento da carreira, em setembro do ano passado, quando rompeu os ligamentos do joelho, Rafinha chegava a passar 8 horas no clube em tratamento. Além disso, buscou fisioterapia particular para a realização de exercícios em casa. O retorno foi antes do prazo esperado pelos médicos do Barça. Também como prêmio, teve seu contrato renovado com até 2020.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos