Fifa pode punir Irlanda por homenagear revolta armada na camisa em amistoso

Do UOL, em São Paulo

  • Shaun Botterill/Getty Images

    Goleiro da Irlanda, Darren Randolph, com a inscrição "1916-2016" na camisa

    Goleiro da Irlanda, Darren Randolph, com a inscrição "1916-2016" na camisa

A Fifa, entidade que comanda o futebol mundial, abriu um processo disciplinar que pode resultar em punição à seleção da Irlanda. O motivo é que a equipe atuou em um amistoso contra a Suíça, em março, com uma camisa que homenageava os 100 anos da Revolta da Páscoa.

O uniforme irlandês tinha a inscrição "1916-2016". A Revolta da Páscoa (Easter Rising, em inglês) foi uma insurreição armada de rebeldes irlandeses contra o império britânico em 1916, que durou seis dias e resultou em 485 mortes. O episódio é historicamente visto como fundamental para a independência da Irlanda em relação ao Reino Unido, declarada em 1921.

Segundo a BBC, a punição mais provável para a federação irlandesa é uma multa. Os regulamentos da Fifa proíbem qualquer manifestação "política, religiosa ou pessoal" nos uniformes de times de futebol.

Quer receber notícias de futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos