Eleição do Inter vai ao 'segundo turno' com voto de 67 mil sócios

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jeremias Wernek/UOL Esporte

    Pedro Affatato (esq) e Marcelo Medeiros (centro) seguem na disputa presidencial

    Pedro Affatato (esq) e Marcelo Medeiros (centro) seguem na disputa presidencial

O novo presidente do Internacional vai sair da disputa entre Marcelo Medeiros e Pedro Affatato. Nesta segunda-feira (7), os dois confirmaram seus nomes em disputa dentro do Conselho Deliberativo. As chapas, agora, irão para o chamado 'segundo turno', com participação dos sócios.

Dos 342 conselheiros aptos a votar, 298 participaram da eleição. Marcelo Medeiros, da chapa 2, somou 146 votos (50,87%). Pedro Affatato, da chapa 1, amealhou 104 votos (36,24%) e José Amarante conseguiu 37 votos (12,89%). Além de 45 abstenções, foram registrados quatro votos nulos e seis brancos.

A fase definitiva do pleito acontece em 10 de dezembro, com 67 mil sócios aptos a votar. Eles elegerão o presidente para o biênio 2017-2018.

O número de associados aptos a votar considera período mínimo de registro (dois anos), adimplência até 31 de outubro e mais de 16 anos.

Pedro Affatato é representante da situação. Primeiro vice-presidente eleito da chapa de Vitorio Piffero, em 2014, ele concorre ao cargo máximo do clube pela segunda vez. Em 2010, foi derrotado por Giovanni Luigi.

Marcelo Medeiros vende discurso de oposição. Primeiro vice eleito de Giovanni Luigi para o biênio 2013-2014, foi vice-presidente de futebol.

José Amarante, a chamada terceira via, também integrou a segunda gestão de Luigi - como vice de administração.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos