Goleiro despacha passaporte, é barrado em SP e não defenderá seleção sub-20

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução / Instagram

O goleiro Caíque Santos, do Vitória, perdeu a chance de defender a seleção brasileira sub-20 por um contratempo pouco usual. Ele despachou o passaporte junto com as malas diretamente para o México, onde se apresentaria ao treinador Rogério Micale, e foi barrado na conexão do voo em São Paulo, vindo de Salvador, por estar sem o documento. 

Nas redes sociais, na tarde desta terça-feira (08), o jogador lamentou o ocorrido: "Retorno muito triste para Salvador, porque representar meu país significa muito". 

A seleção brasileira sub-20 atuará em dois amistosos contra o México, nos dias 11 e 13 de novembro, como forma de preparação para o Sul-Americano da categoria a ser sediado no Equador, em 2017. 

Caíque foi convocado por Micale no último domingo (06), para a vaga de Cleiton, do América-MG, cortado por lesão. À disposição do Vitória por causa do contratempo, o goleiro deverá até ser titular na próxima rodada do Brasileirão, na quinta-feira (16), contra o Santos, na Vila Belmiro, uma vez que o dono da posição no time baiano, Fernando Miguel, está suspenso. 

Confira o comunicado do atleta

Infelizmente estou retornando a Salvador, após ter embarcado para São Paulo ontem, onde seguiria para o México, me apresentar na Seleção Brasileira Sub-20, por problema com o meu passaporte, que foi despachado junto com minha mala, impossibilitando a sequência da viagem.

Como não tive acesso a mala e ao passaporte, retorno muito triste com isso para Salvador, porque representar meu país significa muito. Agora é reintegrar ao meu clube e seguir trabalhando!!!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos