Ronaldinho decidirá aposentadoria no fim do ano: 'Não sei se jogarei mais'

Do UOL, em São Paulo

  • Phil Noble/Reuters

    Aos 36 anos, meia reconhece que poderá se aposentar do futebol profissional

    Aos 36 anos, meia reconhece que poderá se aposentar do futebol profissional

Embora não atue oficialmente desde que deixou o Fluminense em setembro de 2015, Ronaldinho Gaúcho ainda não anunciou sua aposentadoria. O que não quer dizer que sua volta a uma equipe profissional seja uma certeza.

O veterano astro, de 36 anos, é uma das atrações do Web Summit, evento de tecnologia que acontece em Lisboa até a quinta-feira (10). E durante sua participação nesta terça, reconheceu que não sabe se voltará a atuar.

"Não sei se vou jogar por mais um ano ou se vou fazer uma despedida. Tenho até o final deste ano para decidir", afirmou, segundo o site Mais Futebol. "Se sinto falta do futebol? Depois de muitos anos jogando e habituado aos treinos, sintou um pouco. Mas ainda não decidi se vou voltar a jogar no próximo ano", acrescentou.

Ronaldinho foi convidado ao evento para falar de suas aventuras no empreendedorismo digital. O meia é um dos investidores por trás de aplicativos como ZoomeTV (um app que combina TV online e rede social) e Ronaldinho Super Dash (um game para celulares). Além disso, aposta também em academias que levam seu nome em países como Estados Unidos, México, Japão e Emirados Árabes Unidos.

"Procuramos ensinar todos os fundamentos do futebol em geral. Gostaria que todos seguissem minhas características, mas cada jogador tem a sua", disse.

Ao longo de sua participação, Ronaldinho Gaúcho ainda falou a respeito do começo de carreira de Lionel Messi no Barcelona. Os dois foram contemporâneos no clube catalão entre 2004 e 2008.

"Não me lembro do dia em que ouvi falar dele pela primeira vez, mas foi algum depois depois de chegar ao Barcelona (em 2003). Já havia comentários; vi ele treinar e pedi para que fosse treinar conosco", lembra Ronaldinho, enchendo o argentino de elogios.

"Sempre fomos muito amigos, sempre ajudamos um ao outro. Ele teve um carinho e respeito muito grandes por mim, e eu por ele. Nunca houve competição entre mim e o Messi", completou.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos