Freguês de Tite, Bauza elogia técnico brasileiro e explica função de Messi

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação

    Edgardo Bauza, técnico da Argentina, avalia confronto com Tite

    Edgardo Bauza, técnico da Argentina, avalia confronto com Tite

Vencer Tite é uma novidade para Edgardo Bauza. O técnico da seleção brasileira enfrentou o argentino em três oportunidades – duas em 2015 (ambas contra o San Lorenzo) e uma em 2016 (diante do São Paulo) – e jamais foi derrotado.

Na temporada passada, o gaúcho comandava o Corinthians e obteve quatro pontos na fase de grupos diante do time de Patón. Os brasileiros obtiveram um triunfo pelo placar mínimo (1 a 0) no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, e depois empataram sem gols em São Paulo.

O novo encontro da dupla ocorreu em fevereiro passado, em jogo válido pela primeira fase do Campeonato Paulista. Na ocasião, os comandados de Tite bateram os atletas de Edgardo Bauza por 2 a 0.

Em entrevista coletiva na véspera do jogo entre Brasil e Argentina, no Mineirão, Patón fez elogios aos times comandados por Tite, sobretudo no aspecto defensivo. Ele crê que o brasileiro tem qualidade na montagem da retaguarda.

"As suas equipes sempre tiveram uma estrutura muito ordenada, sobretudo no campo defensivo. São equipes que têm meio-campistas com possibilidades de chegar, de retroceder e defender bem também. Sempre tivemos partidas duríssimas e imagino que seja igual", declarou.

Nova função de Messi

O treinador mudou o esquema tático para a partida desta quinta-feira (10), no Mineirão. Adepto de uma formação com três homens de criação, o argentino colocou a equipe com duas linhas de quatro e deu mais liberdade a Lionel Messi:

"Falamos com ele, trabalhamos ontem um pouco e eu disse que vamos dar muita liberdade, porque também vai depender da marcação. Demos liberdade para que ele possa se movimentar entre os meio-campistas", afirmou.

"Não somente ele, mas também Enzo Pérez e Di María também têm um trabalho de não jogar somente pelos lados. Quero que joguem ao lado dele. É importante que eles encontrem os lugares. Falamos da possibilidade de que tenha alguém em cima para trocar as posições", acrescentou.

A Argentina entrará em campo com a seguinte escalação: Sergio Romero; Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Emmanuel Más; Enzo Pérez, Lucas Biglia, Javier Mascherano e Ángel Di María; Lionel Messi e Gonzalo Higuaín.

Confira os confrontos entre os técnicos:
4/3/2015 – San Lorenzo 0 x 1 Corinthians
16/4/2015 – Corinthians 0 x 0 San Lorenzo
14/2/2016 – Corinthians 2 x 0 São Paulo
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos