Inter usa dinheiro de novo contrato da Globo para pagar R$ 20 mi em dívidas

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Alexandro Lops/Divulgação/Inter

    Luque foi contratado em 2014 e atualmente está emprestado ao Alcorcón-ESP

    Luque foi contratado em 2014 e atualmente está emprestado ao Alcorcón-ESP

O Internacional quitou, nas últimas semanas, contas antigas de diversas áreas do clube. O valor chega perto dos R$ 20 milhões, conforme relato feito em reunião no Conselho Deliberativo no final de outubro. Mas clubes estrangeiros seguem aguardando pagamento. Casos do Newell's Old Boys e Colón de Santa Fe.

O pagamento das dívidas foi feito com recursos oriundos do novo contrato com a Globo/Globosat para todas as plataformas de transmissão.

No mês passado, o Inter recebeu cerca de R$ 47 milhões de luvas da emissora após assinar vínculo para o período 2021-2024.

A conta paga pelo Colorado envolve parcelas de empréstimos em atraso, comissões a intermediários e fornecedores. Mas dois dos credores que mais reclamaram nos últimos meses afirmam que não foram procurados.

O Colón de Santa Fe, Argentina, cobra US$ 800 mil do Inter. Ainda por conta da transferência de Carlos Martin Luque, em maio de 2014. O time gaúcho e o clube argentino divergem sobre o valor do dólar a ser usado para quitação da dívida.

Em contato com o UOL Esporte, a diretoria do Colón garante que não foi procurada nas últimas semanas para tratar da dívida. Horacio Darras, vice presidente do clube, ainda afirma que espera resposta de ação protocolada junto à Fifa para que a dívida seja paga.

Já o Newell's Old Boys também espera por chamada de Porto Alegre. A equipe de Rosário cobra 285 mil dólares pela transferência de Ignacio Scocco, contratado em julho de 2013. Cristian D'Amica, diretor do Newell's, reitera que o clube entrou na Justiça argentina para bloquear pagamento do River Plate ao Colorado pelo empréstimo de D'Alessandro.

Orçamento previa R$ 56 mi em vendas

Em dezembro do ano passado, o Internacional apresentou orçamento para 2016 com uma rubrica que não se confirmou. O plano do clube era arrecadar R$ 56 milhões com a venda de direitos econômicos de jogadores.

As vendas de Alisson a Roma-ITA e Jackson ao Bahia não fizeram o número chegar perto disso. A diferença entre o projetado e o arrecadado foi completada com recursos de outro lado. Como a bonificação pela assinatura do contrato junto à Globo/Globosat.

Quer receber notícias do Inter de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos