Kaká não descarta volta à seleção e cogita virar dirigente na Itália

Luiza Oliveira

Do UOL, em São Paulo

  • Francisco Cepeda/AgNews

    Meia está perto de fim de contrato com o Orlando City

    Meia está perto de fim de contrato com o Orlando City

O futuro de Kaká está aberto. O meia tem mais um ano de contrato com o Orlando City e sabe que está na fase final da sua carreira. Por isso, o jogador já começa a pensar se vai se aposentar após 2017 e cogita até se tornar dirigente na Itália. Mas ainda não descarta um retorno à seleção brasileira.

"A minha relação com a seleção sempre foi muito boa. Não é o que eu penso agora, mas se em algum momento eu estiver em condições e o Tite achar que eu me encaixo no esquema e no quebra-cabeça dele, não descartaria pensar essa possibilidade. Mas tudo tem seu tempo", disse o jogador nesta quinta-feira, durante evento promocional em São Paulo.

Pouco antes do confronto entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, o atleta elogia o trabalho de Tite. "O momento da seleção é excelente, a minha torcida é para que ganhe. O Tite vem fazendo um ótimo trabalho com resultado, a gente tem visto esses resultados", disse.

Kaká diz que no momento seu foco é o Orlando City, mas já vislumbra outras possibilidades quando encerrar a carreira. Uma chance é de se tornar dirigente na Itália, onde viveu o auge da carreira no Milan.

"Penso agora só no campo, tenho um ano de contrato com o Orlando. Mas não excluo essa possibilidade (se tornar dirigente)", disse ele que ressaltou o carinho pelo país europeu. "Será um dos países que visitarei depois de jogar", afirmou.

"Penso nesse ano de contrato, nesse ano que tenho ainda para jogar nos Estados Unidos e durante o ano tenho tempo para decidir o que fazer, quando fazer. Estou tranquilo quanto à continuidade no campo e ao pós carreira também", completou.

Kaká esteve no autódromo de Interlagos na tarde desta quinta-feira para participar de um evento com os pilotos da Ferrari. O meia conversou com jornalistas e falou ainda sobre o São Paulo e sobre a ideia de Rogério Ceni se tornar técnico do time.

"O Rogério tem muito talento dentro e fora do campo, então como um líder acredito que ele tem todas as qualidades. Agora, é muito diferente você ser jogador e você ser treinador. Por isso que falo que é uma hipótese porque ainda estão sondando esse nome. Com certeza o Rogério vai ser um excelente treinador. Agora ele está se preparando, conversei com ele uns dias atrás. Ele está fazendo um curso agora na Inglaterra, está preparando. Se vai ser para o São Paulo ou não, agora ou quando vai ser, isso a gente vai ter que esperar um pouquinho".

Kaká também disse que acompanhou o momento difícil do São Paulo na temporada em que luta contra o rebaixamento. "Acompanhei, um ano difícil para o São Paulo, mas eu sou sempre muito otimista e positivista. Esse ano foi de muitas lições e aprendizados. Fiquei feliz com a volta do Marco Aurélio. Eliminando o rebaixamento já é importantíssimo e no ano que vem pensar o que foi feito de errado".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos