Neymar pai questiona reabertura de processo na Espanha e nega corrupção

Do UOL, em São Paulo

  • Francisco Seco/AP

    Neymar pai reitera que 40 milhões de euros eram referentes a direito de preferência ao Barça

    Neymar pai reitera que 40 milhões de euros eram referentes a direito de preferência ao Barça

A ação movida na Espanha pelo fundo DIS contra a família Neymar havia sido arquivada, mas foi reaberta em setembro. No início de novembro, o juiz da Audiência Nacional, José de La Mata, propôs o julgamento dos réus por corrupção e fraude fiscal.

Ao jornal Mundo Deportivo, Neymar pai questionou a reativação do processo, reiterando não ter cometido erro.

Serão julgados o atacante Neymar, seu pai, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e o ex-presidente do clube, Sandro Rosell.

"Estamos muito tranquilos. Com o tempo, demonstraremos que não cometemos nenhum erro. Temos certeza disso", disse Neymar pai.

A DIS alega que a família Neymar e os representantes do Barcelona omitiram o valor verdadeiro da transação do atleta para o time espanhol, ocorrida em 2013.

Oficialmente, a venda foi firmada em 17,1 milhões de euros. A DIS detinha 40% dos direitos do craque. O Santos possuía 55%, e Teísa possuía 5%.

O Barcelona pagou 40 milhões de euros para a empresa N&N, dos pais do jogador. No processo que tramita na Espanha, a DIS entende que essa quantia fazia parte da negociação e que, portanto, deveria ser repartida entre os então detentores dos direitos.

Neymar pai rebate, informando que esse valor se referia a "direito de preferência", que em nada estaria atrelado ao acordo formalizado entre Barcelona e Santos. Neymar Júnior teria passe livre do Santos em 2014. O pai do craque justifica que vendeu a preferência de negociação ao Barça para quando o atacante ficasse livre e com os direitos em mãos.

O pai de Neymar diz que o Barça se antecipou e decidiu fazer acordo com o Santos um ano antes, em 2013, quando já havia pagado à N&N o "direito de preferência".   

"Viram que não cometemos nenhum erro, arquivaram o caso e agora voltam a abri-lo. Para mim é algo muito estranho. Agora é esperar a decisão final, mas nós estamos muito tranquilos".

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos