Argentina volta a mirar Sampaoli após levar passeio do Brasil, diz TV

Do UOL, em São Paulo

  • Jorge Guerrero/AFP Photo

    Técnico do Sevilla, Sampaoli era o favorito da AFA após a saída de Tata Martino

    Técnico do Sevilla, Sampaoli era o favorito da AFA após a saída de Tata Martino

Após levar 3 a 0 do Brasil no Mineirão, fora o baile do segundo tempo, a Argentina já voltou a pensar em Jorge Sampaoli. É o que disse na Fox Sports argentina o jornalista Diego Fucks. 

"Se perdemos na terça [contra a Colômbia], Bauza se vai e buscam Sampaoli, cuja cláusula de rescisão é mais barata após janeiro de 2017", afirmou Fucks. 

A versão é sustentada por diversos outros jornalistas argentinos - alguns deles, aliás, vão além ao dizer que nem uma vitória diante da Colômbia salvaria o emprego de Bauza.

Em entrevista ao jornal Clarín, no entanto, dirigente da AFA negou o bafafá dos jornalistas argentinos e declarou apoio a "El Patón". "É falso que vamos nos reunir com Sampaoli, porque Bauza tem todo nosso apoio. Viajamos à Europa para negociar o contrato da seleção com a Adidas", afirmou Javier Medín, vice-presidente da Comissão Normalizadora da AFA.

Bauza tem apenas uma vitória, contra o Uruguai, em cinco jogos no comando da Argentina. Ele empatou com Peru e Venezuela e perdeu de Paraguai, em casa, e Brasil. 

Sampaoli era o favorito da AFA para assumir o comando da seleção argentina após a saída de Tata Martino, duas vezes vice-campeão da América, contra o Chile, nos pênaltis. Mas Sampaoli acabara de acertar contrato com o Sevilla, que estabeleceu uma multa pesada pela rescisão do contrato. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos