Futebol, Renato e Arena: o que pensam os candidatos à presidência do Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Montagem

    Raul Mendes (esq) e Romildo Bolzan Jr. disputam eleição no próximo sábado

    Raul Mendes (esq) e Romildo Bolzan Jr. disputam eleição no próximo sábado

No sábado, perto de 38 mil sócios do Grêmio escolherão o presidente do clube e seu Conselho de Administração para os próximos três anos. Em votação presencial e também através da internet, o dia será marcado pela democracia em azul, branco e preto.

Pela situação, Romildo Bolzan Júnior concorre à reeleição. Representando a Chapa 1, é seguido por Adalberto Preis, Sergei Costa, Duda Kroeff, Paulo Luz, Marcos Herrmann e Cláudio Oderich como vices.

Na oposição, o ex-lateral Raul Mendes concorre apoiado pelos vices Fábio Koff Júnior, Airton Ruschel, Omar Selaimen, Jorge Bastos, Pierre Gonçalves e Adalberto Aquino.

E para facilitar a escolha do associado gremista, a reportagem do UOL Esporte separou cinco temas importantes no clube com as avaliações e propostas dos dois candidatos. Confira as respostas de Raul e Romildo avalie qual o melhor presidente para o futuro do Grêmio.

Renato Gaúcho em 2017

Raul Mendes: O Renato, caso sejamos eleitos, terá sua primeira oportunidade que não venha para cumprir uma emergência. Ou seja, será a chance de iniciar um projeto de futebol desde seu princípio, contando com apoio de muitos profissionais.

Romildo Bolzan Jr: Só não fica conosco se não quiser. Ele faz um excelente trabalho, caiu como uma luva neste conceito de hoje. Aprimorou muito algumas coisas que já foram acumulação técnica do Roger e tem todas as condições de permanecer conosco.

Elenco e reforços

Raul Mendes: Esta é uma questão extremamente técnica, portanto a primeira pessoa que deve ser ouvida é o treinador, juntamente com a diretoria de futebol.

Romildo Bolzan Jr: Temos uma avaliação de muitos jogadores. Não estamos trabalhando nem tentando nenhum. Estamos avaliando para num momento oportuno desencadear estas situações. A final da Copa o Brasil nos segura um pouco neste particular, porque gera uma situação diferente e uma preservação muito forte. Mas passando esta situação, partindo do que temos vamos contratar jogadores que possam nos ajudar nas nossas necessidades e carências. Não podemos falar em posição, vamos suprir o plantel. Temos que fazer alguns aportes a nível de titularidade. E se eu disser algo neste sentido vou ferir alguma suscetibilidade e este não é o momento adequado para isso. Temos avaliações, mas como confio no grupo do Grêmio vou esperar primeiro que nos deem este título da Copa do Brasil. E depois falamos sobre isso.

Futebol profissional e de base

Raul Mendes: Queremos um futebol com a cara do Grêmio desde o primeiro minuto de gestão. Sendo um futebol competitivo, vencedor  e campeão, contando com a experiência de pessoas vocacionadas ao futebol e muito experimentados tanto fora quanto dentro de campo. E a partir de um futebol vencedor, melhorar e impactar facilmente as demais e importantes áreas do clube.

Sobre a base, primeiro convém dizer que, o que está sendo bem feito será mantido. Mas de antemão vamos focar na busca e formação de mais talentos que possam suprir as necessidades da equipe profissional. Contando com profissionais acadêmicos de diversas áreas, mas muito especial é contar com quem viveu a experiência profissional dentro de campo, seja ex-atleta que podem e saberão ensinar as mais variadas valências de um jogador de futebol. E, por fim, fomentar sempre o vínculo emocional para que o atleta da base carregue a alma gremista.

Romildo Bolzan Jr: Temos vários projetos em andamento. Concluir a captação de recursos para melhorar o CT de Eldorado é fundamental para nós. Hotelaria, fisiologia, campos, tudo passa a ser um projeto que está em andamento e precisamos concluir. Segundo, melhorar a capacidade de diagnóstico e captação da base. Melhorar também o ambiente de transição, isso é uma questão fundamental. Mas o mais importante de todos é fazer um diagnóstico correto de um grupo que hoje eu entendo competitivo, mas um plantel que pode ser cada vez mais competitivo, mas encontrando nossas carências e buscando para o ano que vem a complementação disso.

Mas de onde partimos no futebol do Grêmio? De onde estamos. É daqui para mais. Em vez de substituir, buscar peças que deem capacidade de competição ao time. Este é o resumo do futebol que queremos ao Grêmio.

Controle de gastos

Raul Mendes: Com um futebol forte e campeão, os resultados aproveitados tanto econômicos quanto no fator emocional são diretamente revertidos em prol das outras áreas, deste modo, o equilíbrio econômico/financeiro surge como consequência natural. Por exemplo, o Grêmio sendo campeão da Copa do Brasil, leva R$ 6 milhões. Depois, em 2017, a primeira fase da Libertadores dá mais R$ 1 milhão. E assim sucessivamente.

Romildo Bolzan Jr: O projeto era de quatro anos e continua sendo. Fazer um lançamento de tudo que fizemos no primeiro ano, melhorar para o segundo ano e no terceiro ter capacidade de investimento já equalizada e no quarto ano consolidar o processo. Não podemos abrir mão de uma gestão responsável do ponto de vista financeiro. Para nós tudo isso é muito claro. A responsabilidade financeira garante um clube cumpridor. Não existe um clube que descumpre e depois exija dos outros reciprocidade. Para mim, um clube estruturado é fundamental para que se estabeleça um futebol competitivo. Então, permanece a questão da recuperação financeira, que tem um tempo para ocorrer, mas jamais abdicando da competitividade do futebol e de seu aprimoramento.

Compra da gestão da Arena

Raul Mendes: O torcedor gremista será dono da Arena. Óbvio que o contrato vigente será depurado e sobre três cenários a princípio será decidido: o Grêmio compra a Arena, o Grêmio passa a ser administrador da Arena, mantém-se o contrato aguardando-se o prazo legal.

Romildo Bolzan Jr: A compra da Arena depende de fatores que não dependem tanto de nós. Não temos nenhuma situação que possa ser objeto de discussão entre as partes, tudo está ajustado, mas temos situações que se sobrepõe a isso. O julgamento dos recursos em São Paulo já passou. Mas ainda tem a resolução do entorno da Arena, das obras de compensação ambiental que está sendo resolvido, e no momento que isso estiver equalizado, creio que não teremos mais nenhuma pendência e creio que isso seja resolvido até o início do ano que vem.

Quer receber notícias do Grêmio de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos