Inglaterra e Escócia batem de frente com a Fifa, que fala em mal-entendido

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Carl Recine Livepic

    Jogadores da Inglaterra usaram 'poppie' vermelha no braço em homenagem aos mortos da 1ª Guerra Mundial

    Jogadores da Inglaterra usaram 'poppie' vermelha no braço em homenagem aos mortos da 1ª Guerra Mundial

Inglaterra e Escócia bateram de frente com a Fifa ao entrarem em campo nesta sexta-feira (11), pelas Eliminatórias da Copa, com o símbolo de uma flor que homenageia os mortos na 1ª Guerra Mundial.

Antes mesmo do clássico, o tema tomou conta do noticiário no Reino Unido, uma vez que o regulamento da Fifa proíbe manifestações políticas no uniforme das seleções, posição defendida pela secretária-geral da entidade, Fatma Samoura, na semana passada em entrevista à BBC. Segundo ela, não há motivos para o país ser tratado de modo diferente.

Apesar da posição da secretária-geral da Fifa, os jogadores de Inglaterra e Escócia entraram em campo com uma faixa preta no braço esquerdo com a flor vermelha estampada. 

AFP PHOTO / Ian Kington

Chamados de "Poppies", tais flores vermelhas de plástico são utilizadas na roupa pelos britânicos entre o final de outubro e início de dezembro. São usadas desde 1921 para lembrar os mortos na 1ª Guerra Mundial (ocorrida de 1914 a 1918).

A partida entre Inglaterra e Escócia pelas Eliminatórias acontece no dia em que é celebrado o "Remembrance Day" (Dia da Lembrança).

Fifa fala em "distorção dos fatos"

De acordo com reportagem da BBC nesta sexta, a entidade "recuou" da posição de sua secretária-geral e afirmou que "a percepção de que Fifa baniu qualquer coisa é uma distorção dos fatos". 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos