Só com gols de cabeça, Inglaterra vence Escócia em clássico de homenagens

Do UOL, em São Paulo

No jogo de seleções mais antigo da história do futebol, a Inglaterra até sofreu no início, mas fez 3 a 0 na Escócia nesta sexta-feira (11), pela 4ª rodada das Eliminatórias da Copa. O detalhe é que todos os tentos, anotados por Sturridge, Lallana e Cahill, foram anotados de cabeça, uma especialidade do futebol inglês.

Com a vitória sobre o histórico rival, Rooney e companhia se mantêm na liderança do grupo F da corrida europeia pela vaga na Rússia, com 10 pontos. Os escoceses estacionaram nos quatro e caíram para a quinta posição do pote.

Sturridge põe a Inglaterra à frente de peixinho

Apesar da disparidade técnica entre as seleções, Inglaterra e Escócia fizeram primeiro tempo equilibrado. Os escoceses chegaram até com mais frequência, principalmente pelos lados, mas pecaram sempre no terço final e decisivo do campo. Quando chegou com perigo, porém, foram os ingleses que abriram o placar.

Walker aproveitou sobra de bola pela direita e, com muito espaço, cruzou na medida para Sturridge – que só escorou de peixinho para as redes. Mesmo atrás do placar, a Escócia seguiu pressionando o rival e buscando os flancos em velocidade. Mas com bom toque de bola os ingleses esfriaram a correria escocesa.

Lallana dá banho de água fria nos escoceses

AP Photo/Matt Dunham

A Escócia retomou o ritmo frenético no início do segundo tempo, quando poderia ter empatado em duas oportunidades em menos de cinco minutos – primeiro com Forest e depois por Snodgrass. Mas a história se repetiu. Logo aos seis minutos, após boa troca de passes, Lallana aproveitou cruzamento de Rose para marcar de cabeça.

Foi um banho de água fria para as pretensões dos escoceses no clássico. A Inglaterra, com quatro finalizações no jogo, acertou duas para desafogar o jogo. Enquanto a Escócia pagava caro pela má pontaria. Aos 15 minutos, após cobrança de escanteio de Rooney, Cahill fechou a conta – no terceiro gol de cabeça da partida. A partir de então, a Escócia não viu a cor da bola.

Clássico mais antigo do mundo

Inglaterra e Escócia se enfrentaram pela primeira vez em 1872. Fazem, portanto, o clássico mais antigo do futebol mundial, com 144 anos de história. O que quase ninguém sabe, porém, é que os ingleses só conseguiram superioridade sobre os escoceses após 111 anos, isto é, em 1983. Na maior parte do tempo, acredite, quem mandava no clássico era a Escócia, cuja estrutura do futebol hoje não se compara ao da Inglaterra. 

Com 'Poppies', seleções batem de frente com a Fifa

AFP PHOTO / Ian Kington

Inglaterra e Escócia bateram de frente com a Fifa ao entrarem em campo com o símbolo de uma flor que homenageia os mortos na 1ª Guerra Mundial. Antes do clássico, o tema tomou conta do noticiário no Reino Unido, uma vez que o regulamento da Fifa proíbe manifestações políticas no uniforme das seleções, posição defendida pela secretária-geral da entidade, Fatma Samoura, em entrevista à BBC.

No entanto, os jogadores de Inglaterra e Escócia entraram em campo com uma faixa preta no braço esquerdo com a flor vermelha estampada. Chamados de "Poppies", tais flores vermelhas de plástico são utilizadas na roupa pelos britânicos entre o final de outubro e início de dezembro. São usadas desde 1921 para lembrar os mortos na 1ª Guerra Mundial (ocorrida de 1914 a 1918).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos