Amigos ou rivais? Duelo de ex-jogadores marca eleição do Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação

    Ex-jogadores apoiam Romildo Bolzan Júnior em eleição à presidência do Grêmio

    Ex-jogadores apoiam Romildo Bolzan Júnior em eleição à presidência do Grêmio

A participação de ex-jogadores era defesa da Chapa 2 na candidatura à presidência do Grêmio. Porém não é só a oposição que conta com apoio de atletas antigos. Neste sábado, uma lista também postou-se com camisas da Chapa 1. Colocando, assim, em lados opostos antigos companheiros de time. 

Foi exemplo de Danrlei e Dinho e Rivarola. Colegas em várias conquistas, cuja principal foi a Libertadores de 1995, o goleiro esteve de um lado, volante e zagueiro de outro. Viraram rivais. Danrlei é candidato como assessor da presidência de Raul Mendes da Rocha. Dinho optou por apoiar Romildo Bolzan Júnior. 
 
"É uma situação normal de política. Política é assim, cada um escolhe um lado. O Danrlei é meu amigo, jogamos juntos, mas cada um tem seus interesses. No momento atual eu vejo que o Romildo tem que continuar. Nada contra Danrlei, De León, Raul. Mas cada um escolhe um lado e eu escolhi a chapa 1 porque ele precisa de mais alguns anos para ajeitar ainda mais a casa. Não quer dizer que se o Raul ganhar vou deixar de ser amigo de alguém ou gremista. Foi só uma escolha. Mas respeito todos e tenho muitos amigos na outra chapa, que não mudará em nada depois da eleição. Só fiz minha escolha", disse Dinho. 
 
A lista de ex-atletas que postaram-se em frente ao setor de votação com camisas da Chapa 1 é grande. Iura, Flecha, Ailton, Dinho, Romildo, Magno, Rivarolla e Mazaropi estiveram na Arena. 
 

Carlos Ferreira/Divulgação

Na Chapa 2, Danrlei é candidato como assessor da presidência. Hugo de León será executivo de futebol. E o candidato à presidência é Raul Mendes da Rocha, lateral direito dos anos 1980. 
 
"É tranquilo. O importante é que as pessoas venham, e se queremos que as pessoas venham e decidam, os ex-atletas também podem participar. O importante é participar. Estamos aqui porque vamos participar do comando, da direção, das pessoas que estarão no vestiário. O De León estará no vestiário do Grêmio se ganharmos. Isso é importante. Não vir apenas por vir, sem muitas vezes saber do projeto. Então eu falo porque nós temos um objetivo, um Grêmio com futebol forte e estaremos ao lado do Raul durante os três anos trabalhando com ele, isso é importante se dizer. Mas acho que é salutar sim, quem quiser que participe. Sócio, ex-atleta, torcedores que não estão aptos a votar que possam participar, incentivar sócios a votar. Todo gremista tem que participar", opinou Danrlei. 
 
O pleito gremista decidirá o presidente do clube para os próximo três anos. Dos 75 mil sócios, 38 mil estão aptos a voto. A eleição se encerra às 17h e ocorre de duas formas: na Arena do Grêmio em votação presencial ou através da internet. 
 

Quer receber notícias do Grêmio de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos