Santos tem receios, mas Michel Bastos é pedido de Dorival

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Rubens Cavallari/Folhapress

    Santos ofereceu dois atletas que estão emprestados em troca de Michel Bastos

    Santos ofereceu dois atletas que estão emprestados em troca de Michel Bastos

O Santos abriu negociações com o São Paulo para contratar o meia-atacante Michel Bastos. O UOL Esporte apurou que parte da diretoria santista tem receios em relação ao reforço. Valores financeiros e as últimas atuações do atleta no Morumbi preocupam os dirigentes.

No entanto, a diretoria santista avançou nas conversas com o São Paulo após a insistência de Dorival Júnior. A contratação de Michel Bastos é um pedido exclusivo do treinador.

Michel Bastos é um sonho antigo de Dorival. É a terceira vez que o treinador se interessa pelo são-paulino desde que retornou ao Santos na temporada passada.

Nos bastidores, Dorival alega que Michel Bastos seria o reforço ideal para substituir Marquinhos Gabriel, que deixou o clube no fim do ano passado. Além disso, o treinador perdeu mais dois titulares que atuam pelos lados do campo – Geuvânio e Gabigol.

Na última sexta-feira, os presidentes dos dois clubes – Modesto Roma Júnior e Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco – se reuniram em um restaurante na Baixa Santista. O nome do zagueiro Lucão também comentado na reunião, mas o assunto principal foi Michel Bastos.

O alvinegro praiano ofereceu dois jogadores ao rival paulista para ficar com o experiente meia. A dupla, aliás, está emprestada e fora dos planos de Dorival Júnior no Santos para 2017. Trata-se do meia Serginho, emprestado ao Vitória-BA, e Lucas Crispim, emprestado ao Atlético-GO, líder do Campeonato Brasileiro da Série B.

Além de Serginho e Lucas Crispim, o Santos tem mais cinco atletas que voltam de empréstimo na próxima temporada – Thiago Ribeiro, Lucas Otávio, Pedro Castro, Paulo Ricardo e Marquinhos. Todos estão disponíveis para negociações.

São Paulo não conta com Michel Bastos

O São Paulo não conta com Michel Bastos no planejamento para 2017. A direção do clube pretende utilizar o meia como moeda de troca para reforçar o elenco. Como o jogador ganhar um salário alto para os padrões do Tricolor e o seu valor de mercado diminuiu, pois as outras equipes sabem da intenção são-paulina, a negociação não tem sido fácil de se desenvolver.

Inicialmente, o São Paulo preferia fazer o acordo com um clube de outro estado para não reforçar os arquirrivais Corinthians, Palmeiras e Santos. Porém, não é descartada essa possibilidade.

O Palmeiras e o Tricolor já tentaram formatar uma troca entre Michel e Rafael Marques, mas os dois jogadores já haviam disputado o limite de sete partidas do Brasileiro.

Quem também já conversou com o São Paulo sobre Michel é o Cruzeiro, mas, em um primeiro momento, a Raposa não quis trocá-lo por Willian. Mas o Tricolor ainda tem interesse no atacante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos