Willian despista sobre paulistas e não descarta deixar o Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Willian comemora gol pelo Cruzeiro nesta temporada

    Willian comemora gol pelo Cruzeiro nesta temporada

Willian está na mira de São Paulo e Santos para a próxima temporada. Apesar de ter retomado a titularidade e do contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2018, o atacante não descarta deixar a Toca da Raposa II em 2017.

"A gente fica feliz, porque se trata de dois grandes clubes, dois grandes treinadores (Ricardo Gomes e Dorival Júnior). Isso é fruto de um bom trabalho. Em dezembro, se chegar alguma coisa, o Cruzeiro vai se manifestar e a gente vai conversar. Mas quero terminar o ano bem e ajudar o Cruzeiro a vencer os jogos", afirmou.

Questionado sobre o interesse em permanecer na capital mineira, o camisa 9 despistou: "Não é hora de a gente falar (sobre a permanência). Estamos em atividade, é normal surgir esse tipo de interesse, até mesmo pelo o que eu já contribui aqui dentro. Tenho uma história linda no Cruzeiro, sou feliz, tenho prazer de vir ao clube, de ir para o campo trabalhar", declarou.

"Eu tenho dois anos de contrato, faltam quatro jogos ainda para acabar o campeonato. Agora que eu voltei a ter oportunidade quero terminar o ano bem, ajudar meus companheiros e honrar a camisa como sempre fiz", acrescentou.

O único a procurar oficialmente o Cruzeiro foi o clube do Morumbi. Os mineiros já informaram que só aceitam a saída do atacante em caso de recebimento do mesmo valor pago por sua liberação junto ao Metalist Kharkiv, da Ucrânia, em agosto de 2014. À época, o time presidido por Gilvan de Pinho Tavares desembolsou 3,5 milhões de euros (R$ 10,5 milhões) para acertar a contratação.

O interesse do Santos é mais recente. A cúpula celeste garante que ainda não foi procurada pela equipe da Baixada Santista para discutir a situação de Willian.

O Bigode Grosso, como é conhecido, recuperou a condição de titular do Cruzeiro na semifinal da Copa do Brasil, diante do Grêmio. O centroavante enaltece a oportunidade concedida por Mano Menezes e se diz tranquilo em relação à condição.

"Cara, estou tranquilo, a minha paz vem de Deus, estou tranquilo porque o meu futuro está nas mãos dele. Pelo lado da realidade, eu tenho dois anos de contrato e faltam quatro jogos para acabar o campeonato. Agora que voltei a ter oportunidade, quero terminar bem, indiferente de vamos brigar por algo ou não", comentou.

Quer receber notícias de Cruzeiro, Santos e São Paulo de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos