Chile acorda, vence o Uruguai de virada e entra no G-4 das Eliminatórias

Do UOL, em São Paulo

O Chile jogou mal no primeiro tempo, saiu atrás do placar, mas reagiu para vencer o vice-líder Uruguai de virada por 3 a 1, nesta terça-feira (15), pela 12ª rodada das Eliminatórias da Copa. Com o tropeço dos uruguaios, independentemente do resultado contra o Peru, o Brasil se mantém na liderança da competição. 

Cavani colocou os uruguaios à frente, mas Vargas, de cabeça, e Alexis Sánchez, que se aproximou da artilharia histórica da seleção chilena, fizeram a festa dos campeões da América. Suárez, suspenso contra o Brasil na próxima rodada, ainda perdeu um pênalti no fim. 

A suada vitória foi muito importante para o Chile, que entrou na zona de classificação para a Copa da Rússia. Em franca reação nas Eliminatórias, os chilenos foram a 20 pontos e contaram com derrota da Colômbia contra a Argentina para assumir a 4ª colocação - um ponto à frente dos argentinos e dois dos colombianos. 

Cavani desperdiça duas, mas não perdoa na terceira

AFP PHOTO / Martin BERNETTI

O Uruguai começou o jogo no Estádio Nacional com pressão alta sobre a saída de bola do Chile. Assim, até os cinco minutos, criou duas ótimas chances em assistências de Suárez. Mas Cavani, da entrada da área, desperdiçou ambas as oportunidades. O Chile seguiu com dificuldades para superar as duas linhas de quatro do Uruguai, que viu sua estratégia dar certo para abrir o placar aos 16 minutos. Após nova roubada de bola e outra assistência de Suárez, Cavani não perdoou dessa vez e fuzilou cara a cara com Bravo.

Chile busca empate suado com Eduardo Vargas

Martin BERNETTI/ AFP

Embora não tenha conseguido dominar o Uruguai, apresentando muitas dificuldades no setor de criação do meio-campo, o Chile melhorou um pouco na base da correria na partida final do primeiro tempo e chegou ao empate no último lance da parcial. Alexis Sánchez arrancou e serviu Beausejour, que cruzou na medida para Vargas empatar a peleja sem sair do chão. Na única boa finalização que teve no jogo, o Chile balançou as redes.

Suárez leva amarelo e desfalcará o Uruguai contra o Brasil

AFP PHOTO / MARTiN BERNETTi

Luis Suárez levou um cartão amarelo no fim do primeiro tempo e e está suspenso da próxima rodada das Eliminatórias. Assim, o atacante desfalcará o Uruguai contra o Brasil, próximo adversário da Celeste, no dia 23 de março de 2017. Apesar da suspensão, Suárez foi o nome do primeiro tempo contra o Chile em Santiago. Além de dar a assistência para o gol de Cavani, ele infernizou a zaga chilena na etapa inicial marcando a saída de bola e aparecendo no setor entre zagueiros e laterais.

Chile assume o controle do jogo e vira o jogo com Sánchez

Martin BERNETTI/ AFP

O empate no fim do primeiro tempo proporcionou ao Chile a tranquilidade necessária para assumir o controle do jogo e esfriar o ímpeto do Uruguai na etapa final. Os chilenos fizeram valer seu bom toque de bola e chegaram à virada em falha grotesca do goleiro Muslera. Após cobrança de lateral, Sánchez girou sobre a marcação com bela finta de corpo e pegou um sem-pulo rasante que passou por baixo do goleiro uruguaio. Um frango! Mais tranquilo na partida, o Chile ainda ampliou novamente com Sánchez, que ficou a um gol de Marcelo Salas na artilharia histórica da seleção - 36 contra 37. No finzinho, o Uruguai ainda teve a chance de diminuir o placar, mas Suárez parou no ex-companheiro Bravo. 

FICHA TÉCNICA
CHILE 3 X 1 URUGUAI

Local: Estádio Nacional, em Santiago (Chile)
Data: 15 de novembro de 2016 (Terça-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardoso (Paraguai) e Juan Zorrilla (Paraguai)
Gols: Cavani, aos 16', Vargas, aos 46 ' do primeiro tempo; Sánchez, aos 15' e aos 30' do segundo tempo

CHILE: Claudio Bravo, Mauricio Isla, Gonzalo Jara, Gary Medel e Beausejour; Pablo Hernández, Marcelo Díaz, Arturo Vidal e José Fuezalinda; Eduardo Vargas e Alexis Sánchez
Técnico: Juan Antonio Pizzi

URUGUAI: Fernando Muslera, Maxi Pereira, Diego Godin, Sebastián Coates e Gastón Silva; Carlos Sánchez, Alvaro González, Egidio Arévalo Ríos e Matías Vecino; Edinson Cavani e Luis Suárez
Técnico: Óscar Tabárez

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos