Tite lamenta parada em jogos da seleção e brinca ao pedir Copa em 2016

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Lima (Peru)

Seis jogos e seis vitórias, o melhor ataque, a melhor defesa e quatro pontos na liderança das Eliminatórias. A seleção brasileira disparou com Tite, mas precisará parar de jogar por um longo período.

A tabela da disputa por uma vaga no Mundial da Rússia em 2018 indica para uma parada até o dia 23 de março, quando o time encara o Uruguai. Não à toa, o comandante lamenta o tempo de parada.

"Queria dizer aqui. Que m... que parou", disse o treinador sem falar o palavrão. "Sim (eu gostaria que a Copa fosse agora)", completou. 

Nas contas da comissão técnica, a seleção brasileira precisa de apenas mais um ponto para garantir a vaga na Copa do Mundo. Para melhorar a situação, o próximo jogo acontece justamente no confronto direto com os uruguaios, que estão na vice-liderança.

Como de costume, Tite evita a supervalorização de seu trabalho e destaca que ainda não entendeu todo o sucesso que tem à frente da seleção brasileira.

"Eu acho que ainda não caiu a ficha, vai cair a ficha na sequência. Vai cair a ficha de um trabalho realizado, de uma mobilização muito grande. Eu digo que uma das características que os técnicos têm que ter é coragem. Somos muito expostos. Não sei se eu mereço isso, mas que estou muito feliz eu estou. Essa equipe tem potencial de crescimento", afirmou.

"Vocês são culpados pela valorização dos técnicos. Depois vocês exigem dos técnicos que fiquem no mesmo nível de antes. Mas vocês são os primeiros a valorizar. Então para quem está ouvindo, é bom vocês saberem que o trabalho lá atrás é muito forte para que as coisas acabem bem".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos