Tite usará parada para observar "esquecidos" e lembra de Elias e L. Gustavo

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Lima (Peru)

Apesar de só ter jogo agendado para março de 2017, o trabalho não pode parar. O ditado pode até parecer de Muricy Ramalho, mas foi pronunciado por Tite logo após a vitória da seleção brasileira por 2 a 0 em cima do Peru.

A um ponto de praticamente garantir a vaga na Copa do Mundo da Rússia, o comandante já avisou que aproveitará o longo tempo sem jogos, até encarar o Uruguai e Paraguai, para observar jogadores que não tem sido chamado.

"Já está programado para o Edu acompanhar uma série de viagens de acompanhar atletas convocados e outros que estavam em convocações anteriores. Só para te dar um exemplo: Elias, Luiz Gustavo... e de todos os outros para que eu tenha o maior número possível para ser justo. Vou errar, mas vou acompanhar os momentos deles", explicou o comandante.

Elias deixou o Corinthians e está atualmente no Sporting, de Portugal. Ele era figura certa nas convocações de Dunga. Luiz Gustavo, por sua vez, segue no Wolfsburg.

A observação seguirá com a ajuda de toda a sua comissão técnica, como tem sido desde a demissão de Dunga após o fiasco na Copa América Centenário, disputada nos Estados Unidos.

"Quero agradecer aqui Cleber Xavier, Silvinho, Maurício, Fernando, Mateus, Fábio, Anderson e o Taffarel (todos membros da comissão técnica). Obrigado por aguentar um cara que é chato para caramba e quer saber de tudo a toda hora. E eles têm sido incansáveis neste trabalho de conhecimento", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos