Acusado de sonegação, Sánchez será ouvido pela Justiça espanhola em janeiro

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO/ JOSEP LAGO

    Chileno teria ocultado renda de período em que defendeu o Barcelona

    Chileno teria ocultado renda de período em que defendeu o Barcelona

O chileno Alexis Sánchez deverá ser ouvido no dia 16 de janeiro por autoridades espanholas. O atacante do Arsenal é acusado de fraude contra a Fazenda local, sonegando impostos dos anos de 2012 e 2013 – período em que defendeu o Barcelona.

De acordo com a imprensa espanhola, Sánchez ocultou a existência de uma empresa em Malta, da qual detinha 99% do controle acionário. A empresa, em conjunto com outra operação sediada no Chile, era responsável pelo controle tributário das rendas obtidas pela cessão do direito de imagem do atleta ao Barcelona.

Durante este período, Sánchez teria deixado de declarar 983.443 euros (R$ 3.524.733 em valores atuais) à Receita espanhola. Deste total, 587.677 euros (R$ 2.106.278) foram ocultados em 2012 e 395.766 euros (R$ 1.418.455) foram referentes a 2013.

Atendendo a pedido do próprio jogador, que hoje mora na Inglaterra, a juíza responsável pelo caso aceitou realizar a audiêcnia por videoconferência.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos