Novo calendário deve tirar o Atlético-MG da Primeira Liga em 2017

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Presença na Libertadores afasta Atlético-MG da Primeira Liga em 2017

    Presença na Libertadores afasta Atlético-MG da Primeira Liga em 2017

Campeonato Mineiro, Copa do Brasil, Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro. São as competições que o Atlético-MG certamente vai disputar em 2017, além do torneio amistosos Florida Cup, disputado nos Estados Unidos. Em comparação com 2016, está faltando a Primeira Liga. E tudo caminha para que o clube mineiro não dispute e competição em 2017.

Com as alterações no calendário nacional, a partir da nova distribuição das competições organizadas pela Conmebol, a direção do clube mineiro vê a participação no torneio como algo inviável.

"No calendário que foi colocado, é impossível", contou o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, ao UOL Esporte.

Caso a decisão se confirme, a diretoria deve aliviar um pouco o pesado calendário do time de futebol. Nesta temporada, por exemplo, vão ser 76 partidas. O Barcelona da temporada 2014/2015, que chegou em todas as finais possíveis, disputou 65 partidas naquela temporada, sem contar os jogos amistosos.

"Em fevereiro o calendário prevê jogos da Copa do Brasil, além das rodadas da pré-Libertadores. Além disso, a partir de agora a Conmebol vai pagar bem para quem deixar a Libertadores e jogar a Sul-Americana, teve uma valorização. Então não tem data para você brincar. Temos a Copa do Brasil, a Libertadores e até a Sul-Americana para quem sair da Libertadores", justificou o mandatário alvinegro.

Assim como já aconteceu em 2016, a Primeira Liga não foi incluída no calendário divulgado pela CBF. Nesta temporada, para ser realizada, a competição contou com algumas brechas que os clubes participantes tinham no calendário. O Atlético disputou três jogos e não venceu nenhum. Foram duas derrotas, para Flamengo e Figueirense, e um empate com o América-MG.

Com exceção do jogo de abertura, contra o Flamengo, nas demais rodadas o Atlético jogou com o time completamente formado por jogadores reservas. E isso só foi possível pelo fato de o clube mineiro entrar diretamente na fase de grupos da Libertadores de 2016.

Para 2017, embora já esteja classificado, o Atlético ainda não tem participação assegurada na fase de grupos. Caso não fique no G-3 no Campeonato Brasileiro ou não conquiste a Copa do Brasil, a equipe mineira vai ter de jogar as fases preliminares, o que incharia ainda mais o calendário de 2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos