Ele tentou a vida em videolocadora e virou milionário superagente da bola

Do UOL, em São Paulo

  • Jack Taylor / AFP

    Jorge Mendes é um dos mais poderosos empresários do futebol

    Jorge Mendes é um dos mais poderosos empresários do futebol

A fortuna de Jorge Mendes não é pública, mas estima-se que supere os 200 milhões de euros, dinheiro conquistado principalmente ao agenciar estrelas do futebol como Cristiano Ronaldo, Mourinho, Di Maria, Diego Costa, Thiago Silva, entre tantos outros. Mas isso tudo não caiu do céu. Desde cedo, o português se mostrou um empreendedor perseverante e ousado. Tudo começou em uma videolocadora.

Mendes atuavam futebol em times pequenos de Portugal. Era um jogador modesto, mas um visionário nos negócios. Tanto que, quando defendia o Lanheses, trocou seu salário pelo direito de explorar as placas publicitárias do acanhado estádio local. Logo, ele já tinha um dos maiores salários do clube.

Foi com esse dinheiro e um empréstimo do irmão mais velho que Jorge Mendes tomou a decisão mais arriscada: abriu a videolocadora em sociedade com um amigo. Ninguém apostava muito no negócio, mas ele foi em frente. Primeiro, escolheu um lugar onde houvesse muitas vagas para carros, optando por um centro comercial apelidado de "fantasma" por ter muitas lojas fechadas.

Em seguida, decidiu que sua locadora não cobraria taxa de matrícula e os clientes só pagariam pelos filmes. Ao mesmo tempo, Mendes frequentava todas as concorrentes da região e assistia aos principais títulos para saber recomendar a seus futuros clientes. O negócio deu certo.

"Todo mundo queria ser atendido por Jorge. Ele tinha algo no jeito de falar que agradava. As pessoas chegam procurando um filme e saíam com cinco depois de falarem com ele", conta o sócio na época, o também ex-jogador Antonio Alberto, no livro sobre o empresário, "La Clave Mendes".

Jorge Mendes também viajava para as cidades vizinhas para trocar os filmes que, na sua visão, não faziam muito sucesso. Ser cara de pau também fazia parte de seu jeito de trabalhar, como ficou claro quando, certo dia, quase todos os filmes do estoque estavam alugados. "Ele ligou para os clientes para pedir que devolvessem os filmes que já haviam assistido", relata o ex-sócio.

A locadora prosperou, e o próximo passo de Jorge Mendes no mundo dos negócios foi abrir um complexo de diversão que tinha restaurante, piscina, bar e discoteca. Em seguida, ficou sócio de outra casa noturna, pela qual trabalhava como relações públicas ou mais um no bar. Foi aí que conheceu Nuno Espírito Santo, então goleiro do Vitória de Guimarães e seu primeiro cliente no futebol.

Jorge Mendes ficou próximo do goleiro e o representou na venda para o La Coruña. A transferência causou repercussão em Portugal, e o empresário aproveitou o momento para entrar de cabeça no mundo do futebol. Resultado: hoje, o agente e amigo de Cristiano Ronaldo é milionário e gerencia a carreira de pelo menos 50 nomes da elite mundial.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos