Agora herói, Moisés "ajudou" a rebaixar o Palmeiras em 2012. Veja como

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Moisés tornou-se um dos pilares do time do Palmeiras no Brasileirão 2016. Titular absoluto do time de Cuca, o meia pode, no próximo domingo, proporcionar à torcida alviverde um sentimento completamente inverso ao de quatro anos atrás, quando ele ajudou a salvar a Portuguesa do rebaixamento e contribuiu para a queda palmeirense.

O fato deu-se há exatos quatro anos, na 36ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012. Com a camisa 10 da Lusa, Moisés sofreu e converteu um pênalti, abrindo caminho para o time paulista empatar por 2 a 2 com o Grêmio no Canindé - Léo Silva marcou o segundo da Lusa e os gremistas chegaram à igualdade no fim da partida disputada no dia 18 de novembro de 2012.

O ponto conquistado pelo time ajudou muito na luta contra o descenso. Com ele, a Portuguesa abriu sete pontos em relação ao Palmeiras a duas rodadas do fim do campeonato. A equipe de Geninho, porém, só se livraria do rebaixamento na última rodada, ao empatar com a Ponte Preta - o Sport caiu para a Série B ao lado de Palmeiras, Atlético-GO e Figueirense.

No mesmo dia em que venceu o Grêmio com gol de Moisés, o time alviverde empatou com o Flamengo por 1 a 1 em Volta Redonda. O apito final do jogo ocorreu momentos antes de a Portuguesa entrar em campo. Com os resultados, o Palmeiras chegou à marca de 34 pontos na tabela e a Lusa alcançou 41.

Rivaldo Gomes/Folhapress
Moisés defendeu a Portuguesa por um período de 18 meses

Por coincidência, o Palmeiras quase manteve as chances de escapar do descenso com a ajuda de Zé Roberto. Depois de abrir 2 a 0 no placar, a Portuguesa viu o Grêmio reagir e quase virar o placar. O lateral esquerdo, que atuava no meio-campo gremista, com a camisa 10, marcou o segundo gol dos gaúchos, já no fim do segundo tempo.

Mas não teve jeito. O rebaixamento palmeirense virou realidade com o apito final do árbitro no Canindé. Naquele momento, o elenco alviverde voltava a São Paulo de ônibus pela Via Dutra depois do empate com o Flamengo no Rio. 

3 a 0, com ajuda do carrasco Moisés

O meio-campista também foi às redes contra o próprio Palmeiras, em jogo que marcou o início do returno do Brasileirão 2012. O camisa 10 fechou a goleada de 3 a 0 com um belo gol da entrada da área, sem dar chances ao goleiro Bruno.

A derrota custou caro ao Palmeiras do técnico Luiz Felipe Scolari. O time viu a diferença para o Bahia, primeiro time fora da zona de rebaixamento, passar de um para quatro pontos. A Portuguesa, por sua vez, abriu nove pontos de vantagem para o rival.

"Como o futebol dá voltas. Não tenho esse pensamento de algoz de momento algum. Muito menos de ídolo ainda, porque para chegar neste nível tem que conquistar, marcar, ter uma sequencia de jogos na equipe. Isso demonstra como o futebol gira. Depois disso fui para a Portuguesa que foi rebaixada de uma forma injusta, fui para a Croácia e nem voltava para cá. Sempre ter os pés no chão, você não sabe o dia de amanhã. Temos que respeitar todos os clubes e adversários, porque amanhã pode trabalhar em um deles. Procuramos ser sábio para que não venha a ter problemas no futuro", falou Moisés sobre a curiosa situação.

Passagem pela Croácia antes do Palmeiras

Moisés, revelado pelo América-MG, deixou a Portuguesa no começo da temporada 2014, logo após o rebaixamento do clube no Brasileirão. O meia, que chegou ao clube paulista como volante, defendeu o HNK Rijeka por dois anos. 

No futebol croata, Moisés disputou 52 jogos, com dez gols marcados. Indicado pelo diretor Alexandre Mattos, o jogador ainda precisou superar uma fratura no pé ocorrida logo no primeiro jogo oficial pelo clube, contra o Linense, em fevereiro.

Robson Ventura/Folhapress
Moisés comemora gol marcado na vitória sobre o Corinthians

Com a chegada de Cuca e uma recuperação mais rápida que o previsto, Moisés ganhou espaço no time. Dos últimos 20 jogos do Brasileirão, ele só desfalcou o Palmeiras em um duelo, diante do Inter, no último dia 6. Nos outros, Moisés sempre foi titular. 

O Palmeiras está a apenas um ponto do título brasileiro e enfrenta a Chapecoense às 17h do domingo que vem, no Allianz Parque. A equipe do técnico Cuca soma 74 pontos, seis a mais que o Santos, o segundo colocado - o rival vai ao Rio de Janeiro medir forças com o Flamengo no Maracanã, no mesmo horário.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos