Vasco terá que superar tabu do novo Maracanã para subir

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Pedro Ivo Almeida/UOL

    Maracanã ainda não presenciou uma vitória desde que foi reaberto após a Rio 2016

    Maracanã ainda não presenciou uma vitória desde que foi reaberto após a Rio 2016

Por questões de segurança, o Vasco alterou o local do decisivo jogo contra o Ceará, neste sábado, às 17h30, para o Maracanã. Tendo que vencer para não depender do resultado do duelo entre Náutico e Oeste, o Cruzmaltino precisará superar a escrita criada desde o que o estádio foi reaberto.

Após ficar cedido à Rio 2016, o "Maior do Mundo" foi liberado novamente aos clubes dia 23 de outubro, na partida entre Flamengo e Corinthians. De lá para cá, contando também com o clássico entre rubro-negros e corintianos, foram cinco jogos e cinco empates, resultado que, teoricamente, pode manter o Vasco na Série B.

O Cruzmaltino só subirá empatando caso o Náutico não vença o Oeste na partida que acontecerá no mesmo horário em Recife (PE).

Técnico da equipe, Jorginho não conta com um tropeço dos pernambucanos em casa:

"A gente sabia do risco que corríamos caso não vencêssemos aqui (em Criciúma). A vitória do Náutico era quase certa (sobre o Tupi, por 4 a 1). Muito pouco provável que o Náutico não ganhe o jogo contra o Oeste. Ainda dependemos só de nós. Uma vitória pura e simples".

Único que venceu no estádio em 2016

Aos vascaínos mais supersticiosos, há também escritas positivas. O Cruzmaltino, por exemplo, foi o único clube a vencer no Maracanã em 2016. O Vasco também está invicto há oito jogos no estádio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos