Atlético-MG define substituto de Marcelo para finalíssima da Copa do Brasil

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

    Diogo Giacomini, treinador do time júnior, assume o Atlético-MG na reta final do Brasileiro

    Diogo Giacomini, treinador do time júnior, assume o Atlético-MG na reta final do Brasileiro

Daniel Nepomuceno definiu quem será o substituto de Marcelo Oliveira na reta final da temporada. Diogo Giacomini, técnico das divisões de base, terá a incumbência de comandar o Atlético-MG nas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro e na finalíssima da Copa do Brasil, em Porto Alegre. O dirigente ainda confia no título do torneio de mata-mata.

O treinador é o responsável pela categoria sub-23 do clube. Admirado pelo mandatário alvinegro, receberá a segunda oportunidade entre os profissionais. A primeira ocorreu após a demissão de Levir Culpi, em 2015.

"Confio no Diogo, ele tem que estar focado, tem que estar tranquilo. Ele tem a liberdade de fazer qualquer mudança e levar o time equilibrado, principalmente para a final da Copa do Brasil", declarou.

Nepomuceno ainda reforçou a confiança na possibilidade de virada sobre o Grêmio na final da Copa do Brasil. O presidente crê que é possível inverter a vantagem de dois gols de diferença (3 a 1) obtida pelos gaúchos na partida disputada no Mineirão:

"A primeira pergunta. Muito pelo contrário. Eu não joguei a toalha, trouxe a toalha para a mesa. A toalha agora é minha. Agora é com o presidente, agora nós vamos juntos. Era o contrário. Era a maneira, o último ato que tinha para falar: "vamos ganhar esse título". Montei a equipe para isso e ainda acredito nela. O planejamento começa a ser feito, porque você tem um treinador que treinou há algumas semanas a maioria dos jogadores", comentou.

"Essa conversa que tenho com o Diogo, que me contou algo pessoal, que ele não esperava, é o que nos dá duas, três semanas, para poder avaliar um nome que estiver no mercado, com paciência, para minimizar os erros, e fazer um contrato de no mínimo dois anos", acrescentou.

Momentos antes da entrevista coletiva do mandatário, houve uma reunião da diretoria, com a nova comissão técnica e o elenco no auditório da Cidade do Galo:

"Participei, claro. O Diogo, apesar de conhecer a maioria, não conhecia todos, foi pego de surpresa. Tenho muita liberdade com os jogadores, até porque assumi a função de diretor com o afastamento do Maluf. São pessoas maduras, que já conquistaram títulos. Num momento desse, quando tem que girar a chave, mexer com a equipe, você tem que conversar e dar confiança ao Diogo".

Quer receber notícias do Atlético-MG de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos