Brasil e Rússia negociam amistoso para 2017 em estádio da Copa

Thiago Arantes

Colaboração para o UOL, em Kazan (Rússia)

  • AP Photo/Enrique Cuneo

A seleção brasileira pode viver de perto o clima da Copa do Mundo de 2018 já no ano que vem. Nos bastidores, a CBF e a Federação Russa de Futebol estão negociando um amistoso para uma das datas-Fifa de 2017.

"A ideia é fazer um amistoso com a seleção brasileira, em um de nossos estádios, antes da Copa das Confederações", disse Vitaly Mutko, presidente da Federação Russa e diretor do Comitê Organizador Local, em entrevista ao UOL Esporte, em Kazan.

No sábado, a cidade russa receberá o sorteio dos grupos da Copa das Confederações. Dono de quatro títulos, incluindo os das três últimas edições, o Brasil não participará do torneio pela primeira vez desde que ele passou a ser organizado pela Fifa, em 1997.

"Não posso dar muitos detalhes além disso. Mas as negociações estão avançadas. Se não conseguirmos fazer antes da Copa das Confederações, faremos antes da Copa do Mundo", afirmou o dirigente. Dois pontos principais para justificarem o amistoso: garantir a passagem dos brasileiros pelo país antes da disputa do Mundial e testar a equipe russa contra um adversário forte – a seleção brasileira lidera as Eliminatórias da América do Sul e ocupa a segunda colocação no ranking da Fifa.

"A seleção do país-sede precisa se cuidar, porque não joga as Eliminatórias. Por isso, nossa ideia é ter adversários fortes, e o Brasil é um deles. Vimos o exemplo recente da própria seleção brasileira em 2014, que só jogou amistosos e não chegou bem à Copa", avaliou.

Calendário - Em 2017, a seleção brasileira terá quatro datas para disputar amistosos, sendo duas em junho e duas em novembro. O plano da comissão técnica comandada por Tite é parecido com o dos russos: enfrentar seleções fortes.

A lista de rivais pretendidos pelo Brasil é encabeçada pela Alemanha, mas os atuais campeões do mundo têm um calendário puxado, com apenas duas datas livres para amistosos. O mesmo acontece com outras seleções fortes da Europa, como Itália, França, Espanha, Portugal e Bélgica, todos envolvidos na busca pela classificação ao Mundial.

A Rússia, sem Eliminatórias pela frente, terá 10 datas em 2017 para se preparar rumo ao torneio mais importante de sua história, além das datas da Copa das Confederações – pelo menos três.

Até agora, o ano de 2016 tem sido desastroso em termos de resultados para os russos. Na Eurocopa, a seleção foi eliminada na primeira fase, com apenas um ponto, do empate por 1 a 1 com a Inglaterra; perdeu para País de Gales e Eslováquia. Nos amistosos, foram quatro derrotas – incluindo uma para o Catar –, um empate e três vitórias.

Já a seleção brasileira vive situação oposta: depois de um início complicado nas Eliminatórias e da queda diante do Peru na Copa América Centenário, o time mudou de comando, e, pelas mãos de Tite, venceu seis partidas seguidas, liderando a busca pelas vagas sul-americanas na Copa-2018.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos