Corinthians espera descenso e eleições para avançar por zagueiro e volante

Dassler Marques*

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Duarte/Internacional

    Ernando, zagueiro do Internacional, está na lista de alvos corintianos

    Ernando, zagueiro do Internacional, está na lista de alvos corintianos

O Corinthians enfrenta dilemas semelhantes por dois de seus alvos para reforçar o elenco em 2017. Respectivamente por Internacional e Sport, o zagueiro Ernando e o volante Rithelly atravessam momentos que praticamente impedem qualquer tipo de negociação. 

O primeiro fator impeditivo é a disputa das últimas duas rodadas do Campeonato Brasileiro. As equipes defendidas pelos dois atletas travam luta contra o rebaixamento, o que dificulta diálogos com dirigentes corintianos. Como Ernando e Rithelly têm contratos até 2019, ambas as negociações só podem avançar diretamente pelo acerto dos clubes. 

Além disso, eleições presidenciais iminentes no Beira-Rio e na Ilha do Retiro fazem com que decisões de transferências de grande porte provavelmente fiquem para os mandatários eleitos. No Internacional, Marcelo Medeiros e Pedro Affatato lutam em pleito marcado para 10 de dezembro. A decisão presidencial do Sport ocorre logo depois, no dia 16 de dezembro. 

Primeiro nome acessível a despontar para a zaga (o Corinthians sonhou com a volta de Gil e com o vascaíno Luan), Ernando é um dos candidatos a ser negociado com uma provável reformulação no Internacional. O jogador agrada à diretoria colorada, mas pode ser transferido para aumentar caixa, reduzir a folha salarial e abrir espaço para mais jovens. 100% dos direitos econômicos pertencem ao clube gaúcho.  

Em janeiro, quando perdeu Gil, o Corinthians chegou a procurar Ernando para reforçar o sistema defensivo. A proposta corintiana coincidiu com a renovação de contrato dele no Beira-Rio. O ex-jogador Roni, empresário do zagueiro, tem participado de negociações no Parque São Jorge, como a compra do meia Giovanni Augusto e a tentativa de empréstimo do lateral Gilberto, da Fiorentina-ITA. Por ora, ele quer esperar a definição do Inter. 

No que diz respeito a Rithelly, o Sport avisou o Corinthians que aguardasse a definição do Campeonato Brasileiro para retomar contatos. Apesar da multa de R$ 40 milhões, o clube possui somente 50% dos direitos econômicos - o restante está nas mãos de um grupo investidor. Além disso, o próprio jogador vê com bons olhos a possibilidade de vestir a camisa corintiana. Ele é desejo do treinador Oswaldo de Oliveira. 

Colaborou: Jeremias Wernek, do UOL em Porto Alegre

Quer receber notícias do Corinthians de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos